Tricomoníase

                                     (Fonte: *)                                     (Fonte: **)

      Tricomoníase é uma das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) mais comuns no mundo. Causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis, atinge homens e mulheres, principalmente em idade reprodutiva, sendo mais abundante entre as camadas sociais mais baixas.
    Indivíduos com Tricomoníase tem uma maior predisposição a se infectar com outras doenças/ microorganismos, como gonorréia, herpes simples, Clamídia (bactéria) e HIV.
                                                              Fonte: http://bioweb.uwlax.edu/bio203/s2009/strous_mary/

TRANSMISSÃO
     Esse protozoário sobrevive duas horas em ambiente úmido (fora do corpo), três horas na urina e seis horas no sêmen, portanto,  nesse período pode ser passado de uma pessoa à outra, através de:
- Contato com vaso sanitário ou assentos (cadeiras, bancos) contaminados
- Compartilhamento de roupas íntimas, de toalhas de banho e de roupas de cama
     Bebês podem aspirar o protozoário (caso a mãe esteja infectada) no momento do parto, provocando pneumonia. Podem ainda ter seu sistema urogenital infectado no momento da passagem pela vagina (em partos "normais") e desenvolver a doença no futuro.     
     Porém, sem dúvida, a principal forma de contágio é através de contato com as secreções uretrais e vaginais, ou seja, transmissão por contato sexual.

SINAIS E SINTOMAS
- No homem: Geralmente o homem não apresenta sintomas, embora possa transmitir a doença. Quando ocorrem, são: uretrite (infecção na uretra) com corrimento leitoso ou purulento (mais comum no período da manhã). Pode ainda ocorrer prurido (coceira) uretral e desconforto ao urinar. Em casos ainda mais raros podem ocorrer complicações, tais como: balanopostite (inflamação na glande e no prepúcio do pênis), prostatite, cistite (inflamação na bexiga) e infertilidade transitória (desaparece após o tratamento).
- Na mulher: Quase 30 % das infectadas são assintomáticas; os 70 % restantes desenvolvem sintomas diversos:  corrimento vaginal espumoso, mal cheiroso, claro ou amarelo-esverdeado; desconforto ao urinar ou durante as relações sexuais; leve inchaço, vermelhidão e prurido na vulva. Os sintomas são mais acentuados durante a gravidez e nas mulheres que tomam anticoncepcionais orais. Em gestantes podem ocorrer complicações (abortos, parto prematuro), e em algumas mulheres pode levar à infertilidade permanente (devido à lesão e cicatriz causada nas tubas uterinas, o que impossibilita a passagem do "óvulo").
- Em crianças: Raramente ocorrem sintomas na criança, embora ela também possa ser infectada. O protozoário fica alojado no organismo e apenas "se manifesta" após a puberdade, pois ele é sensível aos
hormônios sexuais (na infância o nível hormonal está baixo). Caso ocorra algum sintoma, será o corrimento vaginal/uretral.

DIAGNÓSTICO
     No homem, geralmente é "por tabela", pois como quase sempre não apresenta sintomas, a mulher é que descobre que tem a doença e então supõe-se que seu parceiro sexual também tenha. Quando há corrimento uretral masculino, faz-se coleta e análise do sêmen (análise de urina é menos sensível, correndo-se o risco de dar um falso negativo).
     Na mulher, o diagnóstico é feito após observação dos sinais e sintomas, do pH vaginal (torna-se menos ácido na presença deste protozoário) e após análise por microscopia da secreção liberada.
   
TRATAMENTO
     O melhor tratamento é decidido entre o médico e o paciente, sendo que o mais habitual é a utilização de Metronidazol, Tinidazol ou Secnidazol, todos em dose única (2 g). Uma alternativa (e é até mais eficiente, desde que seja realizada "à risca") é o uso de Metronidazol, em menor dose, durante 7 dias. Os medicamentos de uso tópico não são recomendados (exceto quando há impossibilidade do uso por via oral), pois tem eficácia muito baixa. Vale destacar que já existem relatos de resistência do microorganismo a medicamentos, o que aumenta ainda mais a importância de um correto acompanhamento médico e uma mudança no tratamento, caso ele julgue necessário. Outro ponto importante: O PARCEIRO SEXUAL TAMBÉM DEVE SER TRATADO! E mais: Esses medicamentos não podem ser tomados por mães que amamentam ou durante a gravidez, a menos que o médico tenha avaliado o risco-bennefício e tenha feito alguns ajustes nas doses.
Atenção: O blog Saúde a Fundo tem apenas caráter informativo em relação às doenças. Jamais utilize essas informações como forma de substituir uma avaliação médica, pois apenas o médico poderá realizar um correto diagnóstico e um tratamento específico para cada caso. Não se automedique. É muito perigoso para a sua saúde!

COMPLICAÇÕES
     Se não tratada, pode levar a complicações, como a prostatite e a infertilidade no homem. Na mulher, aumenta a predisposição para contrair HIV e desenvolver câncer de colo de útero (HPV), há risco de infertilidade e pode provocar parto prematuro em gestantes.

PREVENÇÃO
- Prática de sexo seguro (evitar múltiplos parceiros e usar preservativos)
- Se seu parceiro está infectado, evite relações sexuais até a conclusão do tratamento
- Não compartilhar objetos de uso íntimo, como biquinis, calcinhas e toalhas de banho
- Não sentar em vasos sanitários públicos ou usados por desconhecidos
- Cuidado com roupas de cama de hotéis/motéis
- Evitar assentos molhados e visivelmente sujos
- Em caso de infecção durante a gravidez, decidir juntamente com o médico o tratamento mais seguro e eficaz. Caso ainda esteja infectada na época do parto, a cesariana deve ser discutida e considerada.


Autor: Wésley de Sousa Câmara


Referências:    
NEVES, David Pereira; Parasitologia Humana. 11ª edição, 2004. Editora Atheneu.
Bravo, Renato S; Giraldo, Paulo C et al; Tricomoníase Vaginal: o que se Passa?; DST - J bras Doenças Sex Transm 2010; 22(2): 73-80.  (* fonte da imagem de corrimento vaginal)


 ** = http://www.uro.com.br/dsttotal.htm

 

368 comentários:

  1. Peguei isso e creio que foi em um motel que não me passou uma impressão de muita assepsia. Eu e meui namorado tomamos Secnidazol e estou fazendo o uso da pomada Metronidazol e já senti uma melhora significativa. Muito bom o texto pois eu não sabia da existência dessa doença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom. Porém vale dizer a todos que não se deve fazer automedicação, pois além de ser perigoso à saúde, provavelmente o problema não será resolvido.

      Excluir
    2. Olá doutor , moro em niterói e sou ator porno de filmes com travesti, normalmente nesses filmes fazemos teste de DST antes e nao usamos camisinhas quando filmamos, sou somente ativo nos filmes, porem peguei uma doença e apareceu uma berruga na coroa da glande do meu penis.Estou tentando afastamento no INSS para poder pegar o seguro saude. Gostaria de saber se o senhor poderia me informar qual seria essa doença e se a cura ou tratamento a longo ou a curto prazo, minha pericia medica esta marcada para semana que vem, aguardo resposta sua.

      Excluir
    3. Olá. Acredito que você já tenha procurado um médico para realizar um tratamento, certo? Há necessidade de biopsiar a lesão para confirmar o diagnóstico de HPV. O tipo de vírus HPV também deve ser avaliado, pois alguns deles estão relacionados a lesões malignas. O HPV tanto pode ser eliminado espontaneamente do organismo, como pode permanecer para sempre. O tratamento visa curar as lesões (e não, eliminar o vírus). Geralmente se usam pomadas/cremes, eletrocauterização, laser ou criocirurgia (nitrogênio líquido).

      Cuide de seu bem mais precioso (concorda?)! Camisinha sempre! Primeiro que vocês atores não fazem testes diariamente para doenças, segundo que nem todas as doenças são pesquisadas e terceiro que nenhum teste detecta 100% dos casos.
      Abraço e juízo, colega!

      Excluir
    4. oi boa noite gostaria de saber se essas doenças como HPV Tricomoníase,
      só pode ser diagnosticada atravéz de exames ginecologicos?

      Excluir
    5. Sim. Exame físico + exames laboratoriais.

      Excluir
  2. Ótima descrição, o trabalho corresponde a literatura! Sou acadêmico e compartilhei desse trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá dr Wesley,queria que tirasse uma dúvida.Fui ao ginecologista mês passado(como de costume vou de 8 em 8 meses)e descobri que estava com tricomoníase ela me passou azi e passou para meu marido.E me receitou uma pomada que não me lembro o nome e pediu que eu voltasse após o tratamento para ver se curou.Pois eu voltei inicio do mês agora de outubro e fiz outro preventivo e ela disse que estou com um corrimento branco que por sinal não é pouco e disse que ela não esperava que eu ainda tivesse com corrimentos.Ela disse para voltar quando o exame ficar pronto para ver se vai ter que medicar eu e meu parceiro novamente!Como não ficou pronto ainda estou muito preocupada para saber o que está acontecendo.Se puder me ajudar agradeço!

      Excluir
    2. Olá. Tem certeza que ela lhe prescreveu Azi? E realmente foi confirmado o diagnóstico de Tricomoníase? Enfim... Fique calma, não há necessidade de preocupação antes da hora. Aguarde o resultado do exame e ele dará uma noção do que pode estar ocorrendo. Existem inúmeras causas de corrimento e sua médica saberá identificar a causa (se é tricomoníase ainda ou se é uma outra infecção, por exemplo) e um tratamento eficaz. Pode ser uma infecção ou colonização por algum microorganismo? Pode! (e tem boas chances de ser), mas isso geralmente se resolve facilmente em alguns dias. Aguarde o seu retorno com calma. Esse tipo de coisa acontece com TODA mulher em algum momento da vida. Você não é a única, viu? Fique tranquila.
      Melhoras!

      Excluir
    3. Sim,ela me receitou azi(uma caixa com 1 comprimido apenas)e para meu marido também e a pomada!Quanto ao exame o diagnóstico foi Tricomoníase mesmo,entretanto,estava pedindo para que eu fizesse um novo preventivo após o tratamento.Bom,então vou aguardar o resultado,fico agradecida por me deixar mais calma.*Obrigada* e conforme for eu retorno o contato após o resultado!

      Excluir
    4. gostaria de sabei como diagnosticar esse problema Tricomoníase?
      obrigada

      Excluir
    5. Para confirmar diagnóstico: História clínica + exame físico + exames laboratoriais.

      Excluir
  3. eu nao sei oq faco...moro com meu pai e ele pensa q ainda sou virgem...
    e me apareceu algo estranho.. ate q descobri esta doenca... mais nao tenho coragem de pedir dinhiro para ele comprar pra mi... pq sei q ele tambem nao vai me dar dinheiro.... oq faco???? me ajudem por favor..:(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Vendo o que disse, não dá para ter saber exatamente como é a sua vida, como é você e como é seu pai. Sendo assim, é complicado eu dar minha opinião. Porém, entendo que o melhor a fazer seria procurar um médico (Posto de saúde) para que ele faça o diagnóstico e lhe prescreva a medicação. Algumas cidades (não é em todo lugar) fornecem alguns medicamentos para isto pelo SUS, logo não teria que pagar por eles. Conte também ao médico esse fato com seu pai, para que ele possa lhe ajudar a encontrar a melhor solução. Suponho que você seja uma garota (anônimo), então pode dizer a seu pai que está na hora de ser consultada por um ginecologista (toda garota que já menstrua deve fazer acompanhamento regular), sem falar que está com este problema. Marque em um posto de saúde. Lá você explica a sua situação e se trata. Se já teve diagnóstico e já lhe foi prescrito uma medicação, terá que conversar com seu pai ou alguém de sua confiança e tomar (esses medicamentos não são caros e pode comprar um genérico).
      Não acredito que seu pai não entenderia o caso (ou que lhe negaria o remédio), mas se assim for, não precisa dizer neste momento como contraiu a doença ou até mesmo para que problema tomará o medicamento (alguns desses remédios são usados também para doenças "intestinais").
      Sua saúde está em primeiro lugar, mesmo que tenha que enfrentar alguns obstáculos para mantê-la. Por último, vale destacar: A tricomoníase não é transmitida somente por via sexual. O compartilhamento de roupas de banho ou íntimas e até mesmo o contato com vasos sanitários ou bancos/cadeiras contaminadas também pode transmitir a doença. Resolva urgentemente esta questão da forma que considerar mais adequada e cuide de sua saúde. Proteja-se!!! Camisinha sempre!
      Sinta-se a vontade para tirar outras dúvidas.

      Importante: Não tome medicamento sem a prescrição médica. Pode ser perigoso e piorar o problema.

      Excluir
  4. oooi realmente eeu não sei se tenho a doença ou o meu namorado? o penis do meu namorado as vezes tá sempre doendo todo cortadinho na cabeça e doi p fazer sexo as vezes , eu tooo sempre de protetor diario porqeee fico gozada facilmente as vezes até na rua seilá meu namorado disse qeee fica assim porqee é de tando fazer sexo, mais acho que não porqee fiquei separada dele umas 5 semanas e quando agente fez tava tri bom na primeira vez dai no outro dia ele já estava se queixando de dor e qee tava cortadinho na cabeça
    e esses dias comentei com ele será qee é doença ? e o problema que eu não sei se eu passei pra ele ou ele passo para mim e também nesses 5 meses qee agente estava separado fiz sexo com outro guri sem camisinha
    obrigada pela atenção estou curiosa para saber a resposta
    idade 15

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, garota. Pelo que você conta, esse corrimento vaginal e essas lesões no pênis do seu namorado podem ser sinais de uma mesma doença. Um pode ter passado para o outro realmente. Vocês precisam procurar um médico (mesmo que ele não vá, você deve ir e contar o caso, pois vocês dois terão que ser tratados). Pode ser coisa simples, que se resolve com alguns comprimidos ou com uma simples pomadinha, mas precisam procurar um posto de saúde e fazer o tratamento, para não agravar o problema. Caso o médico não peça, fale com ele sobre o exame preventivo de HPV. Toda mulher em atividade sexual deve fazer todo ano. Vai por mim, é simples, não doi e evita uma série de lamentações no futuro. E repito. Camisinha, garota! Sempre! Evite filhos e principalmente doenças. Se não fizer isso enquanto é tempo, quando perceber poderá ser tarde. Combinado? Juízo!
      Melhoras pra vocês dois.

      Excluir
  5. Olá,tenho 13 anos e eu fui ao genicológista com minha mãe , e ele disse que eu estou com uma infecção de urina séria, ele passou um medicamento que não está servindo, e eu lendo esse blog nunca tive relações sexuais e sai de minha vagina um liquido branco as vezes com uma pasta amarelada-esverdeada e com o odor muito forte,preciso de ajuda,porque isso me incomoda muito também eu tenho muita vergonha e raiva disso |!
    Por Favor !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, garota. O que você tem que fazer é retornar no ginecologista e dizer a ele que seu problema não foi resolvido. Você pode estar com uma infecção bacteriana na urina, cuja origem pode ter sido uma infecção vaginal. Terá que tratar as duas coisas (talvez seja a mesma causa). O médico poderá pedir que você faça alguns exames laboratoriais (se não pediu ainda) e indicar a você um tratamento eficaz. Retorne lá, explique o ocorrido e tome da forma correta todos os medicamentos que ele lhe prescrever, ok? Só não se automedique e não deixe o problema agravar. Você é nova ainda. Cuide para que este problema que pode ser simples não gere uma coisa séria, tá bom?
      Melhoras pra você.

      Excluir
  6. Recebi um comentário anônimo dizendo que tomou dois medicamentos (não citarei os nomes) e continua com este problema. Não aceitei o comentário pois nele há uma palavra que não condiz com as normas deste blog.
    O que posso dizer é: volte ao seu médico para que ele refaça o seu projeto terapêutico. Como digo sempre, só o médico pode dar diagnóstico e prescrever um tratamento. As informações deste blog são simplesmente "informações".
    Desejo melhoras e não se automedique!

    ResponderExcluir
  7. Oi tenho 29 anos e tenho um corrimento amarelo e que tem um mal cheiro desde uns 6 anos de idade ou 7 ,já fiz vários tratamentos desde criança ,já fui a vários médicos e nenhum resolveu o meu problema . O pior é que é encomodo pois tenho que usar protetor diariamente pois o mal cheiro ultapassa a roupa muito rápido. O que será? Não sei mais a quem recorrer .Desde já obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Esses sintomas que você relata são fortes indícios de infecção vaginal bacteriana. O que chama a atenção é o fato de sofrer com isso há mais de 20 anos e principalmente por já notar isso aos 6 anos de idade. O que posso lhe dizer é: marque uma consulta com um bom ginecologista e explique a ele o que tem. De preferência diga também todos os tratamentos que já realizou, se seguiu todos direitinho... Ele irá (na minha opinião) solicitar alguns exames de sangue (entre outras coisas, para avaliar a presença ou ausência de "doenças de base", que são doenças que podem estar presentes e que muitas vezes comprometem o sistema imunológico, facilitando infecções). Caso encontre, irá fazer um tratamento à parte, que melhorará seu sistema imune. Além disso, é provável que seja solicitado exame de urina e principalmente da secreção vaginal, a fim de identificar os prováveis microorganismos causadores desse problema e de selecionar o melhor antimicrobiano a ser usado. Se for possível, recomendo também que procure um homeopata (uma coisa não anula a outra), pois poderá lhe ajudar muito a longo prazo.
      Desejo melhoras.

      Excluir
  8. Oi... Boa noite... Parabéns pelo blog.
    Esses dias fiz sexo com meu namorado e logo no dia seguinte senti algumas dores, coceiras e há algumas bolinhas avermelhadas e amareladas envolta da minha vagina. Quando ele tinha 15 anos ele contraiu Gonorréia. E nele tbm surgiram, há algumas semanas, umas bolinhas que ele imaginou ser alergia. Eu amamento meu filho de 1 ano. Isso pode ser gonorréia e, se sim, eu posso transmitir para o meu filho através da amamentação?
    Desde já, obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Embora a gonorreia possa ser assintomática ou variar em relação aos sinais e sintomas, essas "bolinhas" não são características óbvias desta doença (o que não significa que você não a tenha). O sinal mais claro de gonorreia (quando há sintomas) é o corrimento vaginal/uretral, o prurido (coceira) e até mesmo a disúria (dor ao urinar).
      Essas "bolinhas" não são tão comuns e quando surgem, normalmente são nas mãos ou pés.
      Você deve procurar um ginecologista com urgência, relatar o ocorrido e ele fará o diagnóstico e escolherá o tratamento adequado.
      Quanto a seu filho, a gonorreia não contra-indica a amamentação, porém é indispensável que seja identificado qual é realmente o problema e dessa forma você tenha um aconselhamento correto, ok?
      Melhoras para o casal.

      Excluir
  9. A gonorréia pode ser contraida tbm pelo uso do msm sabonete, toalha, por toques (por exemplo: se eu tenho gonorréia e coço a região infectada e encosto em outra pessoa, eu posso transmitir?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora quase sempre a transmissão da gonorreia seja por via sexual é possível também a transmissão por fômites (compartilhamento de roupas ou objetos de uso íntimo). A transmissão da bactéria através de contato íntimo com a mão contaminada também pode ocorrer.

      Excluir
  10. Oi , Bom Dia , tenho 16 Anos e tenho visto por um certo tempo uma 'irritação' no meu pênis , nada de muito forte , mas da para perceber q estar sim um pouco , e toda vez q tenho relações sexuas com minha namorada fica bem vermelho , n acho que tenha haver com higiene pq cuido bem disso e exemplo : toda vez q eu passo um certo tempo na rua e n tenho como tomar banho como escola , shopping e etc que eu chego ela parece estar com uma 'massinha' branca . ja agradeço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa "massinha" pode ser uma "simples" produção aumentada de secreção pelas glândulas presentes no pênis, mas devido à "irritação" que você relata, é provavel que haja algum microorganismo causando este problema. Procure um urologista, que cuidará disso. Não se acanhe e não deixe piorar, nem aparecer lesões. O quanto antes resolver isso, melhor para você e para sua namorada. Use preservativo pelo menos até ter um aconselhamento médico, ok?
      Melhoras

      Excluir
  11. entao, sinto dores ao urinar, uma ardencia.. E saiu um liquido amarelado.. E isso td ocorreu loggo apos eu ter transado cm o meu namorado..mas eu usei camisinha! E Ja faz uns 3 dias que estou assim.. Oq sera q e?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente você está com uma infecção no trato urinário (talvez bacteriana). Precisa procurar um médico (se possível, um urologista será melhor ainda), para que ele faça os devidos exames e lhe indique um tratamento.
      Melhoras

      Excluir
  12. No domingo, fiz a mudança do meu sabonete íntimo. Ao praticar masturbação tomando banho, acho que o sabonete teve acesso a minha vagina. No mesmo dia, ao final da tarde e início da noite, começou a arder como se fosse assadura, na segunda feira não teve mudanças. Vi meu parceiro na terça e mantivemos relação sexual sem preservativo, pois achei q n fosse nada demais. Apresento coceira de leve, quase não sinto e o líquido que sai da minha vagina está um pouco amarelado, mas nao tem cheiro. Quando cheguei em casa, após a relação, vi algumas bolinhas vermelhas por fora da minha vagina e onde ela estão, ao tocar arde, não muito, mas arde. Será que contraí alguma tipo de fungo em virtude do contato com o sabonete intimo ou devo estar com alguma outra doença? Mantive relações com o mesmo parceiro sem camisinha e não tive nada de anormal. Já marquei consulta com minha Gine, mas to preocupada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Você fez muito bem em marcar consulta com sua ginecologista. Ela irá conversar com você, examiná-la e chegar na provável causa. Fique calma e tenha um pouquinho de paciência, pois ela lhe indicará a melhor conduta. Pode ser ou não o seu caso (a médica irá investigar isso), mas uma possibilidade seria:
      - Você se masturbou com sabonete. Não faça isso! Sabonete íntimo é indicado apenas para higienização. Esse tipo de uso pode provocar microferimentos e essas lesões podem ser infectadas por fungos e bactérias, podendo causar vaginites. Quando isso acontece, há necessidade de tomar antimicrobianos ou antifúngicos. Posso dar um conselho? Compre um gel lubrificante. É mais seguro (e provavelmente, mais agradável).
      - Outra possibilidade seria uma alergia ao novo sabonete (menos provável).
      Enfim, sua médica lhe explicará a causa e a conduta a tomar.
      Enquanto isso, talvez seja melhor usar outro sabonete (mesmo que não seja íntimo), mas que você já esteja acostumada. Caso seja descartada a possibilidade de alergia, aí você volta a usá-lo.
      E cuidado nas relações sexuais. Converse sobre isso com a ginecologista e lembre-se do nosso querido amigo: Preservativo!
      Seu último exame "preventivo" (papanicolau) tem mais de 1 ano? Se sim, está na hora de fazê-lo novamente.
      Melhoras pra você.

      Excluir
  13. Wesley, contrai Herpes Genital e descobri ontem. Estou mal. Triste. Não sei muito sobre a transmissão dessa doença e o tempo que ela surge após manter relações sexuais com o infectado. Por favor, me fale mais sobre ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, como ainda não há um texto sobre esse assunto aqui no blog, indicarei um texto de outro site para você:
      http://www.mdsaude.com/2012/03/herpes-genital.html

      O tempo que leva para manifestar a doença é bem variável, até porque, quando ela surge pela primeira vez é complicado afirmar se realmente a "contaminação" ocorreu dias antes ou se o vírus já estava no corpo da pessoa há muito tempo, sem se manifestar.
      Por exemplo: Uma pessoa pode adquirir o vírus agora e só ter algum sintoma do Herpes daqui há meses ou anos, assim como pode desenvolvê-la poucos dias após o contágio.
      Tente se acalmar. É normal essa tristeza e desapontamento no início. Mas "bola pra frente". Pare e pense nos motivos disso ter acontecido. Reflita sobre você, sobre seu parceiro (a), sobre proteção (preservativo). Encare o problema e faça um acompanhamento médico. Assim, você terá uma vida normal, ok?

      Excluir
  14. tenho 35 anos e Namoro á quatro anos um homem de 50, ele é totalmente presente e 100% disposto, ultimamente ele fez um tratamento de quase 2 meses para uretrite e início de uma prostatite e ficamos todo esse tempo sem manter relação. e quando voltamos a transar ele se queixou de sentir prurido uretral após se relacionar comigo, e embora não seja tão intenso ele diz se incomodar e achar estranho, o curioso é que eu não senti nada, mais á algums meses atráz eu senti esse mesmo sintoma só que muito intensamente e "me tratei sozinha". seria tricomoníase?´e verdade que se eu não fizer o tratamento especificamente ele pode reincidir?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Não dá para dizer se é tricomoníase ou não, porém é uma das possibilidades. Caso você não tenha feito o tratamento adequado, o microorganismo pode continuar presente e pode sim provocar novamente os sintomas. Outra coisa: Nem sempre que o protozoário está presente há sintomas. Portanto, mesmo assintomática, é possível transmitir a doença. Procure um ginecologista e caso necessário, trate-se, assim como seu namorado, pois se apenas um se tratar, não resolverá.

      Excluir
  15. então! eu tenho cosseiras e corrimentos já faz uns 3 meses e eu nem imagino oq pode ser por favor me ajuda ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente você tem uma vaginite (provocada por bactérias ou fungos). Esse blog tem apenas caráter informativo. Procure um médico (ginecologista). Após identificar a origem do seu problema, ele lhe indicará um tratamento, ok?
      Melhoras.

      Excluir
    2. Antes que alguém diga que fiz diagnóstico pela internet, "vaginite" não é diagnóstico de nada. É apenas uma inflamação na vagina, coisa que pode ser facilmente descoberta quando se fala em coceira + corrimento. Porém, para ter um diagnóstico preciso (etiológico), com a identificação da causa e um possível tratamento, deve-se submeter a uma consulta médica. Após conversa e exames é que a conclusão será "tirada".

      Excluir
  16. por favor eu tenho coserias e minha vagina fica toda cortada o que eu devo fazer? minha mãe não pode saber o que eu tenho pois eu só tenho 17 anos eu só tive 5 relações como duas pessoas e eu ñ entendo nada disso mim ajuda por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, garota. Procure uma unidade (posto) de saúde para ser consultada. Alguns tem pronto-atendimento; na maioria terá que marcar um horário. Caso na sua cidade esteja difícil conseguir um ginecologista para daqui a poucos dias (infelizmente essa é a realidade da saúde pública na maior parte do país), consulte com um "clínico geral" mesmo. Ele vai te ajudar. Não se acanhe e não tenha medo. Trate-se o quanto antes e não deixe o problema se agravar.
      Melhoras. E camisinha sempre!!! (Evite gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis).

      Excluir
  17. tive gardnerella,fui ao medico e ele passou metronidazol comprimido e gel ,quando terminou o tratamento começou uma coçeira insuportavel com corrimento e inchaço,depois do tratamento não tive relçoes sexuais.o q poderá ter acontecido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normal não é, mas somento o médico, durante a consulta, pode avaliar o que deve ter ocorrido e apresentar a você uma conduta para resolver o problema.
      Procure um médico o quanto antes.
      Melhoras

      Excluir
  18. Wésley, fiz exame de sangue de Herpes I e II. O resultado deu índice de 0,58. Pelo exame, deu > que 0,90 e é não reagente. Contudo, queria saber pq que deu esse índice e mesmo não sendo reagente, eu tenho essa doença?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não posso interpretar o resultado de um exame pela internet, até porque com certeza seu médico deve ter pedido para que retornasse com ele em mãos.
      Porém, a fim de aprendizagem (e simplificando):
      Há 2 subtipos de vírus Herpes Simplex (I e II), sendo que podem acometer a boca (lábios) ou a região genital.
      Nesses exames, normalmente se pesquisa dois tipos de anticorpos (que fazem a defesa do nosso organismo contra "invasores"), o IgM e IgG. Portanto, o resultado deste exame provavelmente fala de ambos.
      Acredito que você tenha invertido o sinal "<" (menor) pelo ">" (maior), mas vamos lá:

      IgG = São "anticorpos de memória". Se for reagente, significa que algum dia você já teve a infecção pelo vírus e desenvolveu anticorpos contra eles. Se não reagente, significa que não teve contato com o vírus, ou se teve, não desenvolveu anticorpos.

      IgM = São anticorpos que mostram "doença atual" (caso presentes, ou seja, reagente), pois surgem poucos dias após o contágio. Se é não regente, significa que no período do exame, não havia doença.

      O índice "nunca" será zero, devido a vários motivos, entre eles o fato de que o exame não é totalmente preciso. Para isso é que há uma "margem de segurança" (valores de referência). No caso, só considera um valor significativo (confiável) se estiver acima de 0,90. Um valor abaixo deste PRATICAMENTE descarta a possibilidade de doença.

      Obs: Nenhum exame complementar é 100% confiável. Existem resultados falso-negativos e falso-positivos. As vezes são necessários exames para confirmação e, independentemente dessa necessidade, os resultados só tem valor quando associados à clínica, portanto, somente o médico que conhece o caso é que pode fazer uma "conclusão".

      Espero ter ajudado. Mesmo assim, retorne ao médico.
      Abraço

      Excluir
    2. Então Wésley. Realmente o sinal eu inverti ao invés de ser < coloquei > que 0,90. Quanto ao diagnóstico clínico feito pelo médico foi o seguinte: fui a uma ginecologista que disse que eu estaria com Herpes Genital, contudo pelo eu me vendo pelo espelho, não vi, aparentemente, nenhuma bolha que estourasse e causasse ferimentos. Eu não senti dor nenhuma, apenas coceira e corrimento sem cheiro. Em virtude disso, eu suspeitei que a médica havia se equivocado no diagnóstico. Busquei no dia seguinte uma outra médica que ao me examinar novamente, disse que o que eu tinha não era Herpes, que eu não tinha nenhuma área ferida, em processeo de cicatrização ou cicatrizada, e sim uma grande suspeita de ser cândidíase. Porém me passou um exame de sangue para desencargo de consciência. Fiz o exame e o resultado foi que eu lhe apresentei acima.

      O exame deu IgM 0,58 < 0,90 (não reagente)

      Vou retornar com ela apenas no dia 13/08. Isso se o plano empresarial que tenho não for cancelado até lá.

      Excluir
    3. Que bom! Vai dar tudo certo e o plano não será cancelado! Pense positivo! Rsrs
      Abraço

      Excluir
    4. Verdade. Já deu, né?! Obrigada por esclarecer minhas dúvidas. Um forte abraço!

      Excluir
  19. eei, gostei mt dessas coisa.. to me sentindo mal agora.. quando era nova tinha uns 12 a 13 anos tinha uma amiga que me obrigava a fazer sexo com meu cachorro e isso ocorreu varias vezes e dps disso apareceu coisas desses tipo como corrimento branco e com mal cheiro esse corrimento sai praticamente toda hr, e nem sou mais virgem e nao posso dizer pra minha familia nada disso.. sera que tenho doença? ou nao poderei ter filho?me ajude, ja tem um tempinho estes ocorridos, hj possuo 17 anos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só. Você precisa procurar um médico e contar a sua situação pra ele (a). Não se preocupe, pois ele vai saber te ajudar e não vai expor você a nenhum constrangimento. Procure um posto de saúde. Informe-se onde há ginecologista e marque uma consulta. Você será tratada adequadamente. Os médicos estão habituados a resolver esse tipo de situação e outras bem piores, acredite!
      Não tenha vergonha do que aconteceu e nem do seu problema atual. Somente examinando você é que será possível saber o que você tem e lhe indicar um tratamento. Não espere mais, pois isso já vem com você há tempo. Quanto antes você se cuidar, maior é a chance de ficar tudo bem e você não ter nenhuma sequela (como a de não "ter filho"). Pense que você é uma jovem ainda e tem toda uma vida, inclusive sexual, pela frente. Ame a sua saúde e cuide dela, ok? É apenas dessa forma que posso ajudá-la.
      Melhoras e espero que daqui a um tempinho você volte aqui para dizer que se tratou e que ficou tudo bem!

      Excluir
    2. Nossa como vc me ajudou, vc é a primeira pessoa no qual falo e tirou todas minhas duvidas! MUITO OBRIGADA mesmo! vou siim e voltarei concerteza.. Obrigada mesmo!

      Excluir
    3. Que bom. Fico feliz em ter ajudado de alguma forma. Esse é o objetivo.

      Excluir
    4. Oi eu percebi ao cosar as minhas partes q tinha umas bolinhas tipo afita estava olhando algumas imagens e achei uma parecida com a minha q e a herpes genital gostaria de sabe se tem fruta definitiva pra esse tipo de doença ?

      Excluir
    5. O que você chama de aftas devem ser úlceras genitais (assim como existem bolhas, corrimentos e outros tipos de lesões ou problemas). Esse tipo de lesão não é sinônimo de herpes genital (herpes simples), a não ser quando surge sobre uma base avermelhada, sem acompanhar uma distribuição nervosa (isso deve ser avaliado por um médico). Portanto você deve procurar um ginecologista e ele lhe indicará um tratamento, após avaliar cuidadosamente as suas lesões.
      Além de herpes, esse tipo de lesão pode ser a manifestação de efeitos adversos de medicamentos, traumatismo ou outras infecções sexualmente transmissíveis.
      Caso se trate de herpes genital, não há tratamentos indicados para curar definitivamente a doença. Há sim, cura das lesões e em alguns casos há indicação de um tratamento supressivo, em que a pessoa toma medicamentos para diminuir o risco de surgirem novas lesões. A cura definitiva (eliminação do vírus do corpo) não é impossível de ocorrer, mas isso depende do sitema imunológico da pessoa, que enventualmente pode (em teoria) eliminar o vírus.
      Procure um médico e melhoras!

      Excluir
  20. Oi tenho 18 anos e ja faz alguns meses que estou tento corrimento meio amarelado e minha vagina fica um pouco cortada e coça um pouco o que poderia ser ?

    Eu e meu namorado fazemos só de final de semana e não usamos camisinha ja fizemos muitas vezes mesmo assim não fiquei gravida pode ter alguma coisa a ver com alguma doença ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Não posso e nem é possível fazer diagnóstico dessa forma. Somente sendo consultada por um (a) ginecologista é que a provável infecção será identificada e corretamente tratada.
      Marque uma consulta o mais rápido possível para que fique livre do problema. E considere a viabilidade de usar preservativo em suas relações. Antes do tratamento, então, é praticamente obrigatória. Explique ao médico que tem relações com seu parceiro sem preservativo, pois é provável que uma medicação a ele também seja prescrevida.
      Não é toda vez que faz sexo sem camisinha que vai engravidar. Pode ou não acontecer.
      Procure ajuda médica e melhoras!

      Excluir
  21. Boa noite!
    Adorei seu blog você está de parabéns. Pesso que me ajude a me livrar de minhas dúvidas ou eu direcionar meus médicos ginecologistas.
    Vou falar um pouco de minha história, eu e minha irmã desde de muito joven tipo 12 anos de idade, antes mesmo de menstruar, tinhamos um corrimento muito forte e sem cheiro e cor transparente, as veses branco ou amarelado mudava de cor em épocas minha mãe deveria ver o problema até mesmo porque ela lavava nossas roupas intimas mas nunca nos falou nada nem nos levou a algum médico, hoje estou com 31 e irmã com 33, vamos sempre ao ginecologista, e eu desde aos 21 anos que procurei um médico depois de ter tido relação sexual que também me veio logo com uma gravidez e minha proculpação é que meu problema não foi ainda resolvido já troquei de ginecologista fiz vários tratamento e nunca me livrei desse corrimento e muitas vezes o médico falava que eu estava com candidiase em alguns exames preventivo e me passaram tratamento, uma outra ginecologista me pediu exames de sangue para ver outras várias possibilidades de outras doenças mas tudo negativo, mesmo assim me passou tratamento para infecção, eu e esposo fizemos o tratamento e mesmo assim só aminiza o problema mas não me livro do corrimento isso me deixa triste, veijo outras amigas com a calcinha seca o dia todo e eu queria ter esse gosto.
    Seis anos atrás tive um casal de gêmeos e quando engravidei eu estava com uma ferida no colo do útero e esta mesma ainda não consegui tratala, a minha médica já cauterizou umas quatro vezes e como vi que não resolveu procurei uma outra ginecologista e ela fez uma cauterização e mesmo assim não me livrei da ferida e nem do corrimento, e gora voutei para minha médica de costume e estou ainda a procura de uma solução, agora poucos dias fiz mais um preventivo e estou esperendo o resultado e falei que agora estou com um corrimento amarelo meio esverdiado tipo catarro mas não com coceira e minha menstruação esse mês veio com muito muco tipo só gel com sangue e passou só dois dias e mais quatro dias tipo um líquido com pouco de sangue, era tipo uma agua um pouco suja, falei para minha ginecologista mas ela não passou medicamento e disse que vai esperar o resultado do exame preventivo chegar mas ela falou que a ferida do colo do útero está bem menor e o aspecto estava bem no modo visual, mas estou preocupada por eu ter que esperar esses dois meses com esse novo tipo de corrimento (amarelo meio esverdiado) sem ela ter passado nenhum tratamento. Sim e com relação minha irmã ela também adquiriu ferida do colo do útero e já tratou uma ves e a mesma voltou.
    Minhas dúvias é será que nós carregamos alguma doença transmitida por nossa mãe ou problema no sistema imuni, só sei que esse corrimento nos proporciona adquirir fungos ou bactérias por estarmos sempre com a calcinha úmida, e gostaria de alguns meios para nós descobrirmos o real diagnóstico ou para nós direcionar nossos médicos para uma conclusão.
    Sofro com isso e gostaria que você pudesse me ajudar.
    Agradeço desde de já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Não sei se poderei ajudar, mas vou fazer alguns comentários:
      - O fato de você e sua irmã (ou seja, duas pessoas ao mesmo tempo, vivendo no mesmo ambiente e tendo a mesma origem) sofrendo com o mesmo problema, antes mesmo da atividade sexual poderia sugerir uma "infecção" transmitida pela mãe, durante a gravidez ou parto (se vocês não tiveram nenhum problema sexual antes do surgimento desse corrimento). Porém, seria de se esperar um corrimento até mesmo bem antes dessa idade, ainda na infância (mas não dá para descartar, pois muitas infecções são assintomáticas e podem se manifestar em algumas circunstâncias).
      - Não sei se esse corrimento desaparece e volta com frequência (recorrente) ou se é contínuo. Há várias possibilidades para isso, como algum problema ou doença que comprometa o sistema imunológico de vocês ou ainda uma deficiência "genética" de IgA (que são anticorpos de mucosas, que atuam na proteção contra infecções nas "portas de entrada" do corpo). Essa deficiência é uma causa de infecções de repetição. Alguns problemas uterinos também podem provocar esse aumento de secreção. Enfim...
      - Você disse que já se tratou, juntamente com seu marido (isso é importante mesmo), mas teve apenas um "alívio". Se fez um tratamento com antibióticos, por exemplo, e teve um alívio, provavelmente foi devido ao combate aos microorganismos que provocam a infecção. O fato de não ter sarado pode ser por uso incorreto do medicamento (horário errado, dose insuficiente, interação com outros medicamentos que você tomou), por resistência bacteriana ao antibiótico (ou resistência ao antimicótico, se for o caso de fungos), ou por não ser o microorganismo combatido o único causador do problema.
      - Pode ainda ser alguma característica do ambiente ou da sua rotina de vida que esteja fazendo com que uma eventual infecção não desapareça ou reapareça imediatamente após ser eliminada. Por exemplo: uso de produtos ou utensílios íntimos contaminados, parceiro sexual com infecção (mesmo que não apresente sintomas), higiene íntima inadequada...

      Com certeza várias coisas que citei não se aplicam a você, mas podem servir de curiosidade. Também não fiz diagnóstico, pois esse é um processo complexo e somente seu médico é capaz de fazer isso.

      O que posso dizer é que continue o tratamento com um ginecologista que você confie. Considero interessante também, caso você tenha acesso, iniciar um tratamento com um homeopata (independente do tratamento ginecológico - e um não substitui e nem interfere no outro). Esse tratamento normalmente é a longo prazo e pode lhe ajudar muito na resolução do seu problema.

      Seja paciente e siga à risca os tratamentos. E calcinha, só de algodão! Desejo melhoras.

      Excluir
    2. Muito obrigada Wesley, Deus te ilumine hoje e sempre.

      Excluir
  22. Ola, eu tive relação com meu namorado e foi a primeira vez que nao usamos preservativo, na mesma noite horas depois provamos o preservativo feminino, e no dia fiquei mestruada e começei por primeira vez a tomar anticoncepcional...uns dois dias depois de tudo isso começei a notar uma coçeira na vagina e um corrimento forte um pouco amarelo depois da menstruação,so que nao tem mal cheiro, na verdade tem cheiro de medicação, depois percebi que na regiao entre a gavia e o anus, pegando um pouco da virilia em sentido anteroposterior uma certa descamação e vermelhidão nessa parte... já marquei consulta com o ginicologista, so que é daqui a 8 dias, muito tempo... o voce acha que pode ser, uma alergia ao latex, uma reação ao remedio ou uma DST? obrigada pela atençao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lully, você mesma citou 3 possibilidades (todas plausíveis). Felizmente você fez o correto, que foi marcar uma consulta com um ginecologista. O médico, após construir sua história clínica e examiná-la chegará à provável causa e lhe indicará uma conduta para resolver o problema. Até lá, tenha paciência. Se possível, evite relações sexuais. Caso faça, nada de sexo oral e use preservativo.
      Melhoras.

      Excluir
  23. Boa tarde.

    Sempre tive corrimento vaginal tenho 26 anos e começou quando eu tinha 16 anos. O corrimento era branco, agora sai as vezes como forma de gosma um pouquinho amarelada. Tomei vários remédios e usei varias pomadas durante esses dez anos, mas NUNCA obtive solução, ele não para, é todos os dias.
    Eu sei que não posso me automedicar mas fico deprimida em me ver assim. Com isso no mês de Julho tomei aquele comprimido azul que vem dois, pra ser tomado com intervalos de sete dias e usei uma pomada também por 3 dias. Mas não tive resultado. Todos os exames ginecológicos que faço acusa infecção bacteriana, claro impossível um corrimento assim em demasia ser normal. Enfim estou num mato sem cachorro, vou as consultas já desanimada porque até hoje nenhum médico consegui desvendar esse corrimento MALDITO. Wesley devo ter esperanças ainda???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Você relata uma infecção crônica ou de repetição.
      Se sempre que faz o exame há bactérias, então a causa do corrimento já foi identificada. Tomando os antibióticos corretos e da forma correta, a infecção desaparece. Porém, pode ser que exista algo que está facilitando essa infecção. Assim, você trata e o problema volta quase que imediatamente. Portanto, a causa da infecção é que deve ser encontrada e combatida (e não a causa do corrimento, que você já sabe qual é).
      É claro que você deve ter esperança. Não desanime. Em medicina, nem tudo é 2+2=4. Cada pessoa funciona de uma forma. Persista no acompanhamento médico (com bom médico e que você confie plenamente) e cedo ou tarde essa causa vai ser identificada e combatida.
      Muitos problemas que causam deficiência imunológica facilitam infecções (diversas doenças, alimentação, estresse, deficiência genética de anticorpos de mucosas...), assim como o modo de vida (tipo de roupas, higiene, parceiro sexual com infecção sintomática ou não...)
      Uma vez identificada a causa, resolver o problema se torna mais fácil. Não desista!
      E mais: percebe como a automedicação geralmente não funciona? E pior: quando você realmente precisar deste tipo de medicamento, pode ser que não seja tão eficiente, pois poderá facilitar o surgimento de microorganismos resistentes a ele. Medicamento só quando houver necessidade! Combinado?
      Melhoras.

      Excluir
  24. olá tenho 32 anos e eu estou com um a pessoa a 1 ano, e sempre tenho coceiras, forte na vagina dar e depois passa sem eu usar nada de medicamentos! eu e meu parceiro ja tomamos comprimido que e pra o casal tom ar junto agora no momento eu estou com a coceira insuportável, e estar surgindo uma massa branca, não tem mau cheiro, mas incomoda bastante!! vc acha que meu parceiro esta saindo com outra pessoa que tem este vírus ? e sempre estar passando pra mim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Infelizmente não posso fazer diagnóstico por aqui e muito menos prescrever um medicamento para você. A sua pergunta também é impossível de eu dar uma resposta.
      Posso apenas lhe pedir que procure um ginecologista com urgência (já que isso incomoda bastante). Na impossibilidade de conseguir um ginecologista, marque com um "clínico geral" mesmo, pois os poucos sintomas que você relatou são bem característicos de um tipo de vulvovaginite. Provavelmente (não falo que é certeza, pois isso raramente existe em medicina) não é doença causada por vírus e com o diagnóstico é facilmente tratada (obviamente você e seu companheiro). Não entro em questões pessoais ou familiares, mas saiba que esse problema pode ser ter seu surgimento facilitado por vários motivos, como baixa imunidade, lesões genitais (como os microferimentos da depilação), higiene inadequada, doenças crônicas que causam deficiência imunológica ou até mesmo uma simples "micose de unha". As possibilidades são muitas e por isso você deve consultar um ginecologista para identificar o motivo de sofrer sempre com isso.
      Melhoras

      Excluir
  25. Oi eu tenho 14 anos e tenho corrimento esbranquiçado desde meus 12 anos e eu gostaria de saber o que tenho, já fui ao ginecologista e ele disse que é preciso fazer um exame com cotonete mas estou com vergonha o que faço?
    Será que é melhor eu ir ou não?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. É totalmente impossível eu saber o que você tem. O que tem a fazer é realizar o exame que seu médico solicitou. Não precisa ter vergonha, pois toda mulher passa por isso e realiza esse exame. Fazendo isso, o médico poderá realizar o diagnóstico e se necessário, indicará um tratamento para resolver o seu problema. Pode ser simples de resolver. Faça isso enquanto não agrava o problema.
      Melhoras.

      Excluir
  26. Boa noite!
    Eu tenho 25 anos sou virgem,fui na ginecologista é estou com trichomonas, tomei primeiro Fragil 250 é não resolveu.Voltei na médica ela passou Deprozil , mas continuo com escorrimento.O que faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Algumas coisas devem ser consideradas:
      1 - A ginecologista fez o diagnóstico apenas clínico (pelos sintomas) ou realizou exames complementares que fortalecessem a possibilidade de tricomoníase? A chance de um "falso positivo" (quando as evidências apontam que a pessoa tem uma doença, mas na verdade não a tem) sempre existe, mas exames complementares, neste caso, reduzem a chance de erro. Se a pessoa tem uma outra doença, confundida com tricomoníase, pode ser tratada com um medicamento ineficaz. Mas essa possibilidade é menos provável e de forma alguma estou insinuando um erro de diagnóstico, apenas levantei a possibilidade, que sempre existe.

      2 - Uma vez tendo certeza que trata-se de tricomoníase, o medicamento que lhe foi prescrito (Fragyl - Metronidazol) é o padrão usado. As doses são ajustadas de acordo com o paciente, mas geralmente esse medicamento que usou (de 250 mg) é por 10 dias, tomando 2 vezes ao dia. Você tomou corretamente? Não esqueceu nenhuma vez ou "bagunçou" os horários? Mesmo tomando corretamente, há possibilidade da doença persistir e assim o médico pode repetir o tratamento após algumas semanas.

      3 - Como não surtiu efeito o primeiro tratamento ela preferiu alterar a medicação para secnidazol (deve ter tomado uma dose única, que também é uma ótima possibilidade de tratamento).
      Como mesmo assim parece não ter resolvido, você deve retornar na médica e ela avaliará o que deve ter ocorrido no seu caso. Tricomoníase é apenas uma de inúmeras causas de corrimento. Se fez tudo corretamente, provavelmente não tenha mais esse microorganismo, mas pode ter outros ou ainda uma outra causa para esse sintoma.

      Melhoras

      Excluir
  27. boa tarde, depois do homem ter tomado secnidazol pra curar uma gardnerella,e considerando-se que a parceira não tenha problema algum, quanto ele tem que ficar sem tranzar?são comprimidos de 1000 mg? e esse comprimido se toma os 2 de uma vez, ou um a cada semana? obrigado....aguardo resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Normalmente a escolha do medicamento para combater Gardnerella não é o secnidazol, mas acredito que seu médico tenha motivos para ter lhe prescrito este.
      Por favor, não tome esses medicamentos sem prescrição médica, pois além de não resolver o problema se for feito da forma errada, pode facilitar o aparecimento de outras infecções. O tratamento pode ser feito em dose única sim ou diariamente por uma semana. Boa parte das vezes nem é necessário tratar, pois a infecção desaparece espontaneamente. Porém, repito: as doses em cada caso são diferentes e o medicamento também. Procure um médico e ele vai lhe prescrever um tratamento simples e eficiente. Não posso lhe prescrever, indicar ou sugerir esquemas terapêuticos pela internet.

      Considerando que o casal tenha uma relação estável e exclusiva, sem o uso de preservativos, a questão do sexo é discutível, mas uma sugestão é usar camisinha até uma semana após o início do tratamento, embora muitas vezes nenhuma restrição seja feita.

      Excluir
  28. Dr.Bom dia!
    Tenho 36 anos e sou casada. Há uns 2 meses tenho tido um corrimento escuro com um odor podre, logo após a mesntruação, fica assim uns 5 dias mais ou menos, depois é esporádico, mas o mau cheiro apesar de mais leve continua. Hoje percebi além do cheiro, uma bolinha, como uma espinha, na parte interna do labio vaginal,não doi muito, só quando toca, o que poderia ser? Marquei consulta com meu ginecolgista só para o fim deste mes, vou tentar passar antes como encaixe, mas até lá ficarei preocupada...
    Se puder me orientar fico muito grata.
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Somente o seu ginecologista, após analisar o seu caso, irá poder lhe dizer qual é o seu problema. A principal causa de corrimento vaginal nas mulheres é vaginose bacteriana, que está quase sempre associada a cheiro característico de "podre". A associação de algumas infecções com períodos do ciclo menstrual ocorre devido a oscilação hormonal no corpo da mulher, que pode facilitar ou dificultar o aparecimento/desenvolvimento de microorganismos causadores de doenças. Fique calma! Boa parte das mulheres sofrem com isso em algum período da vida e a presença de inflamações ou lesões na vagina podem ou não ocorrer. Não estou dizendo de forma alguma que o seu problema é este, mas citei uma doença comum que é de tratamento relativamente simples com alguns medicamentos.
      Até lá, mantenha a calma. Logo tudo se resolverá.
      Melhoras!

      Excluir
  29. Boa noite, ja tive Tricomoníase a uns 6 meses atras e fiz o tratamento com metronidazol gel, porem essa semana alguns sintomas voltaram, é possivel ser infectada mais de uma vez?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Embora já se tenha encontrado alguns anticorpos em mulheres que já tiveram tricomoníase, essa doença é considerada sem imunidade permanente. Ou seja, quando um indivíduo tem o problema, o seu sistema imune vai lutar contra o parasita, mas algum tempo após a "cura" a pessoa pode ter a mesma doença novamente. É importante que o médico avalie se foi uma falha no tratamento (que pode não ter eliminado completamente o protozoário) ou se houve a cura e depois ocorreu uma nova contaminação.
      Procure novamente seu ginecologista.
      Melhoras

      Excluir
  30. Bom tenho 14 anos e transo sempre com meu ficante sem camisinha ai um dia eu transei com um cara rapidinhos ai me liguei q estavamossemcamisinha e parei mas um dia dps começaram a sair uma bolinhas brancas sem cheiro nao muito mas saiam e tbm cOceira e pouquinho de dor ao urinar ai eu acgei que foçe candIdiase mas no dia seguinte sai tipo uma pasta gelatinosa cOm um cheiro desagradavel e forte a coçeira diminuiu um pouco ai achei que foçe tricomoniase. Queria saber se alguma outra forma de se Pegar esta doença tipo por vaso sanitario e se meu parceiro tem que tOmar a medicaçao tbm pois nao foi com ele que eu contrai a doença e dps do dia que transei com o cara nao transei mais com meu namorado. E minha mae nao pode saber que nao sou mais virgem e se for al ginecologista ela sabera por isso me ajudem. Sera que posso ir no ginecolostista cOm um amigo de maior?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, esse corrimento é bem provável que esteja relacionado com esta relação sexual que teve com "este cara" que você citou. Às vezes o homem pode estar sem sintomas e passar uma infecção para a parceira (e vice versa). A única forma de resolver isso é procurando ajuda médica. Se não pode ir com sua mãe, vá com outra pessoa que você confie, não importando quem seja. Somente o ginecologista poderá lhe prescrever um tratamento para resolver seu problema. Mas uma coisa eu posso lhe adiantar: Use camisinha sempre!!! Além de gravidez (que seria inviável para você e para a criança neste momento de sua vida), muitas doenças sexualmente transmissíveis são evitadas. Não brinque com sua saúde, garota. E pense: Assim como vc deu essa "escapadinha", o seu "ficante" pode fazer o mesmo e contaminar você. Juízo, viu!
      Melhoras

      Excluir
    2. E se eu tomar o metronidazol sera qe melhora semprecusar ira ao gineco agora?

      Excluir
    3. Sera que falo pro meu ficante que pegeui com outro cara ou sera que falo que foi por meio de vazo sanitario contaminado?

      Excluir
    4. Olha, querida, eu jamais poderia lhe aconselhar a tomar metronidazol ou qualquer outro medicamento para que não precise consultar um médico. Fique tranquila. Marque uma consulta com um ginecologista em sua cidade, peça para alguém acompanhá-la, se for necessário, e tenha certeza que o médico lhe indicará um tratamento eficaz e seguro. Se o problema é sua mãe descobrir, não tenha medo. De forma alguma irão contactar sua mãe para isso. Esse sigilo é garantido. Agora, tomar metronidazol (ou outro desses medicamentos) não é indicado por vários motivos: 1 - Nem todas as doenças são tratadas com isso, então pode não resolver o problema. 2 - Mesmo as que são tratadas com metronidazol, a dose e a forma de tomar variam muito. Se tomar menos não terá efeito; se tomar mais, poderá intoxicar seu organismo. 3 - Todo medicamento pode ter efeitos colaterais e isso tem que ser acompanhado pelo médico. 4 - A causa do seu corrimento tem que ser identificada pelo médico, para evitar que reapareça e o tratamento pode ser diferente para cada causa...
      Enfim, o melhor e mais seguro a fazer é procurar um médico. Se tratar logo, pode resolver facilmente. Se não tratar corretamente, com o tempo isso pode se agravar e lhe trazer outros problemas maiores. Você é uma moça novinha... Cuide-se bem!

      Excluir
    5. Quanto ao que você deve falar para o seu ficante, é um aconselhamento que não tenho como te dar pela internet, pois não conheço você, nem seu "namorado" e nem todo o contexto da história. Isso é algo que você deve decidir, levando em consideração a reação dele, do "cara" que teve relação com você, a da família, o que você pretende para essa relação... E lembre-se: relacionamento amoroso e vida sexual não é simples como tomar banho. São coisas complexas que envolvem sentimentos, maturidade e cabeça no lugar... Cuide-se, viu!

      Excluir
    6. Muito obrigado por tudo. Mas felizmente o corrimento e todos os outros sintomas pararam do nada. Sera que ainda tenho que ir ao medico ou eu corro algum problema de nao fiz nada?

      Excluir
    7. Por nada.
      Que bom que melhorou, mas faça o seguinte:
      Marque uma consulta com o ginecologista. Relate para ele o que teve esses dias e que esses sintomas desapareceram "sozinhos". Isso é importante pois pode ter acontecido uma cura espontânea (as vezes o nosso sistema imunológico elimina a infecção sem a ajuda de medicamentos), mas pode ter apenas aliviado os sintomas, porém os microorganismos (bactérias, protozoários, fungos...) podem ainda estar no local e poderia provocar os sintomas novamente daqui a algum tempo. O médico saberá o que será melhor para você. E mais: independentemente de estar livre disso, uma garota na sua idade, com vida sexual ativa, precisa se consultar no ginecologista regularmente. Assim, poderá realizar o exame preventivo de câncer de colo de útero e isso lhe dará uma segurança maior, além de evitar sérios problemas futuros. Não deixe de se consultar, ok? Faça isso enquanto há tempo, pois se no futuro acontecer algo, aí você irá pensar: "poxa, poderia ter dado ouvidos ao que aquele cara me falou... agora é tarde...".
      Boa tarde e juizo pra vc, garota!
      Abraço

      Excluir
  31. Boa noite,
    Sou casada a 9 anos,e nao lembro desde quando,sai no ato da relação sexual,um corrimento branco,as vezes espumoso,voce pode me ajudar e dizer o que pode ser?tenho até vergonha,mesmo sendo casada a tanto tempo.
    obs:ele foi meu primeiro e unico homem.
    Grata pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Boa noite.
      Você precisa se consultar com um ginecologista e relatar isso a ele. Lembre-se que toda mulher deve se consultar pelo menos anualmente (e fazer o exame preventivo - HPV), independentemente de ter ou não algum problema. Marque uma consulta e já resolva essas duas coisas.
      É preciso analisar cuidadosamente e diferenciar as secreções normais (como o muco cervical, secreções glandulares...) das secreções patológicas. Caso seja patológica (doença), as características da secreção + exame laboratorial poderá definir se há microorganismos causando o problema e um tratamento será indicado. Mas somente o seu ginecologista poderá lhe dar essas respostas.
      O fato de só ter seu marido de parceiro provavelmente lhe coloca em um grupo de baixo risco para essas doenças, mas não a isenta. Algumas vezes até um assento ou roupa contaminada pode trazer microorganismos maléficos para nosso corpo.
      Procure ajuda e desejo melhoras!
      Abraço

      Excluir
    3. Obrigada pela atenção.
      :)

      Excluir
  32. Boa noite,

    minha mestruação veio dia 02 de outubro,passei 3 dias menstruada,quando foi ontem dia 18 ao ir no banheiro vi na minha calcinha um corrimento tipo pastoso,branco como se fosse uma massa,ele tinha um leve cheiro de vinagre.
    o que poderia ser?
    obrigada e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. O que poderia ser? Muita coisa, poderia dar uma lista de possibilidades, nem todas relacionadas com infecção. Porém como o cheiro está bem alterado é provável que haja sim uma infecção ou uma colonização por microorganismos. A doença desta postagem (tricomoníase) é possível, candidíase também e tantas outras... Somente o médico, após ouvir a sua história e examinando-a é que poderá fazer um diagnóstico. Procure um ginecologista e termine com esse incômodo, ok?
      Melhoras.

      Excluir
  33. Olá gostei muito da matéria !Queria que vc mim ajudasse .Quando criança fui estrupado e já na adolescência saí com gays ;e o fato é que desde algum tempo sinto dores e comixão no pênis e no ânus ,algumas vezes sinto ardência ao urinar e isso já faz mais de 15 anos. já fui em alguns médicos (urologistas e clinicos) já fiz vários exames(alguns acusaram uma pequena infecção mas a maioria deu negativo) e tomei diversos medicamentos mas a doença parece persistir (passo um tempo sem sentir nada depois volto a sentir tudo de novo).Também sou casado há mais de dez anos tenho três filhos (dois meninos euma menina);Nos meninos aparece algo muito estranho(vez por outra a glande de ambos está infeccionada e saindo uma secreção),e eu e minha esposa já levamos eles ao médico e já lhe demos alguns medicamentos mais a doença volta com um certo tempo. QUERIA SABER SE UMA COISA TEM RELAÇÃO COM A OUTRA E COMO RESOLVER TANTO O MEU PROBLEMA COMO O DOS MEUS FILHOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Vou lhe dar uma sugestão:
      Quando for ao médico, anote qual foi a suspeita diagnóstica dele e o tratamento que indicou. Isso porque, caso tenha um problema semelhante no futuro, ou caso troque de médico, você saberá dizer o que já foi feito e o resultado obtido. Quando o médico tem essas informações, muitas vezes facilita o processo.
      Mas vamos lá: Com esse relato seu, com certeza já deve ter realizado inúmeros exames para avaliar a possibilidade da existência de doenças, principalmente as "sexualmente transmissíveis". Quanto a esses sintomas no pênis, deve-se entender a causa. Analisar se há algum problema imunológico, alguma característica genética (predisposição) ou se é algo "ambiental" que está facilitando uma infecção tanto em você, quanto em seus filhos. Os tratamentos que realizou também devem ser avaliados pelo seu médico, pois nem sempre são 100% eficazes e muitas vezes precisam ser alterados. O motivo de ter sempre esses sintomas também precisa ser encontrado. Seria uma resistência bacteriana aos antimicrobianos, por exemplo? Seria uma infecção persistente (que continua mesmo com o uso de um medicamento que na teoria mata o germe)? Seria uma infecção recorrente (que é eliminada, mas que por algum motivo surge novamente com o tempo)? Essas respostas somente um especialista, após analisar cuidadosamente o seu caso poderá responder. Trate-se com bom médico, de sua confiança. Faça os tratamentos corretamente e não desista. Leve seus filhos em um bom pediatra também... Fazendo isso estará no caminho para a resolução desses problemas.
      Melhoras a vocês todos!
      Abraço

      Excluir
  34. Olá, notei o aparecimento de um corrimebtn amarelo esverdeado e acho que pode ser tricomoniase... O que não consigo entender é que perdi minha virgindade com o meu namorado e nós transamos 3 vezes e todas usamos camisinha e ele tambem diz que era virgem entao acho que nao poderia ter uma dst... esse corrimento amarelo pode ser sintoma apenas da tricomoniase? E queria lhe faze outra pergunta... Minha mae quer me levar ao ginecologista pra ver se esta tudo bem comigo, acho bom pra que assim eu resolva isso, mas estou enrolando ela pois ela nao sabr que nao sou mais virgem e estou com medo que o que eu tenha seja realmente uma dst, tenho 16 anos, a medica contaria tudo para ela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Esse sintoma não é exclusivo da tricomoníase. Outros problemas, como infecções ou apenas inflamações podem causar corrimentos semelhantes. Você precisa sim ir ao ginecologista, que após examiná-la, terá um provável diagnóstico e poderá lhe indicar um tratamento.
      Uma das primeiras perguntas que a médica lhe fará é: "como é sua vida sexual?". Você não deve mentir, pois isso pode interferir diretamente no diagnóstico e no tratamento, além do fato que ela irá examiná-la e dificilmente ela não "descobrirá a verdade". Se preferir, peça para entrar sozinha no consultório, assim poderá ter liberdade para relatar o seu caso. Obviamente a médica não contaria para sua mãe que não é virgem, porém não tem como ela saber que você não quer que diga, entende? Se sua mãe entrar junto, provavelmente ficará sabendo. Mas será que não seria melhor para vocês se se abrisse com com sua mãe e contasse a verdade? Se as relações que teve foram protegidas e o preservativo usado foi corretamente, a chance de "se contaminar" não é grande. Algumas vezes as próprias bactérias existentes normalmente no seu aparelho genital, por algum motivo proliferam-se mais do que o normal e causam doenças.
      Não deixe de se consultar. Melhoras!

      Excluir
    2. Obrigada pela atençao!
      Minha mae nao entrara comigo no consultorio entao poderei conversar abertamente com a medica e antes de ir pretendo contar para minha mae que nao sou mais virgem, meu medo eh realmente ter uma dst e ter que contar pra minha mae... Se esse for o caso, ela tera que contar ne?

      Excluir
    3. Também acho que seja melhor conversar com sua mãe sobre sua "virgindade", que tem relações protegidas (e tem que ser mesmo, sempre!). Quanto à doença, algumas podem ser transmitidas sexualmente ou por outras vias, como contato com algo contaminado. Ainda há aquelas que lhe falei. Você já pode ter o microorganismo em seu corpo e em algumas circunstâncias, como alterações imunológicas, pode haver um desequilíbrio e esses microorganismo se proliferarem excessivamente, causando os sintomas. Porém, independentemente de ser DST ou não, o mais importante é você se cuidar, resolver logo esse problema e evitar que se agrave. A médica lhe ajudará a encontrar a possível causa, fazendo com que possa evitar isso novamente no futuro. Se ela vai dizer pra sua mãe? Se ela perceber que você tem maturidade suficiente para entender o seu problema e realizar o tratamento não tem porque contar. Melhoras.

      Excluir
  35. Bom dia, ah algum tempo tenho um corrimento amarelado, mas hoje ffui ao banheiro e vi um corrimento rosa... Procurei e vi que pode ser gravidez... Mas tomo pilula e uso camisinha sempre, e minha ultima relacao foi a 2 meses atras.... Corrimento rosa pode ser sintoma apenas de gravidez?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Corrimento rosado não é indicativo apenas de gravidez. Caso queira uma resposta rápida e com uma boa margem de acerto, faça o teste de gravidez de farmácia. Como relata relação sexual protegida, caso faça corretamente essa proteção, a probabilidade de estar grávida é muito, muito, mas muito pequena.
      Vale dizer que processos inflamatórios (seja no canal vaginal ou até mesmo em regiões mais "altas" podem eliminar pequena quantidade de sangue, que misturado com o muco, gera uma tonalidade rosada. Procure um ginecologista para descobrir a origem e a causa desse sinal.
      Abraço

      Excluir
    2. Ah, e precisa pesquisar esse corrimento amarelado também. Não se pode descartar uma infecção o colonização por microorganismos que lesam a mucosa vaginal.

      Excluir
  36. olaa estou gravida de 4 meses estava com corrimento q causava muita alergia "coceira", fui ao medico e ele passou tinidazol e meu corrimento praticamente parou, só que nisso meu namorado tmb pegou essa alergia, ele usou a pomada tambem e a alergia passou, só que agora ele me disse que saiu um liquido esverdiado que forma uma pomada na cabeça do pênis, oque pode ser? muito obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Primeiramente não devem ter relações sexuais desprotegidas até que o problema seja resolvido, principalmente pelo fato de você estar grávida. Cuidados redobrados! Segundo: ele precisa procurar um médico (pode até ser um clínico geral) com urgência para que este problema seja tratado. Não tenho como lhe dizer "o que pode ser", mas o fato é que esse tipo de secreção não é normal e denuncia uma provável infecção.
      Melhoras

      Excluir
  37. bom dia, tive relaçao sexual com uma parceira a duas semanas atras sem camisinha e nao ocorreu nada tudo ok. ai fizemos denovo na outra semana, e logo no outro dia percebi que meu penis esta soltando um liquido, meio branco quase transparente, sem cheiro e nao sinto dor ao urinar, oque pode ser.... to preocupado me ajude por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que pode ser não tenho como lhe responder, pois há uma infinidade de possibilidades, de uma infecção urinária a uma doença sexualmente transmissível, como a própria tricomoníase. O que você terá que fazer é procurar um médico o quanto antes (de preferência urologista, mas pode ser um clínico geral também). Ele saberá qual o melhor tratamento para lhe indicar. Mas adianto: relação sem camisinha nem pensar! Sua vida está em jogo com isso! Cuidado! Ninguém tem uma mensagem no rosto dizendo: "tenho a doença X".
      Juízo e melhoras.

      Excluir
  38. Olá Dr. Sou Carla, tenho 25 anos e há algum tempo percebi o aparecimento de um corrimento, no começo ele foi transparente mas com odor fétido, depois se tornou esverdeado e grosso e abundante, procurei um posto de saúde e me receitaram metronidazol comprimido e metronidazol gel vaginal, usando associado por 7 dias. Terminei o tratamento cerca de 2 semanas, logo depois eu menstruei e agora que passou a menstruação, o corrimento voltou, não está mais com mal xeiro insuportável, mas tem um odor característico e ainda é abundante e verde, chega a molhar a calcinha quando não coloco o protetor diário, às vezes quando vou banhar tento limpar o meu canal vaginal e coloco o dedo p limpar (n sei outra forma) e sai muita massa verde, muita mesmoooooo! Isso me incomoda bastante. Gostaria de saber o que está acontecendo? Pq já fiz o tratamento p tricomoníase ainda está acontecendo, estou muito preocupada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carla. O ideal é que você seja consultada por um ginecologista, que por lidar diariamente com essas situações, saberá resolver mais facilmente e com maior segurança o problema. Na impossibilidade (se não tiver jeito mesmo, mas faça o possível) de conseguir um ginecologista, procure um médico (clínico) e relate a ele o tratamento que já fez, quais medicamentos usou, a dose, a duração do tratamento... Isso aumentará a "chance" de encontrar um tratamento eficiente. Inicialmente pensaria em 3 hipóteses (em ordem de probabilidade): 1 - o Medicamento não é efetivo contra o microorganismo que você tem; 2 - Esse medicamento pode funcionar no geral para este problema, mas no seu caso específico, pode ser que esses micoorganismos sejam resistentes a ele (necessitaria substituí-lo); 3 - O tratamento pode não ter sido realizado corretamente.
      O ideal é que o tratamento só seja indicado após o médico ouvir sua história, lhe fazer várias perguntas, examiná-la e pedir ou realizar alguns exames complementares (laboratoriais). Porém, como no nosso sistema de saúde nem sempre isso é possível, o que boa parte das vezes ocorre é um tratamento empírico (o médico imagina qual doença é mais provável e trata). Mas pode ser que não haja sucesso no tratamento e tenha que alterá-lo. Por exemplo, o metronidazol geralmente é muito eficiente para tricomoníase e vaginose bacteriana, mas não para candidíase, clamídia e gonorreia. Não precisa ficar preocupada, mas procure ajuda médica o quanto antes para que possa ficar livre disso e evitar complicações, ok?
      Desejo melhoras.

      Excluir
  39. tenho 48 anos e minha mestruaçao nao vem ja tem 2 meses e meu namorado tava com um corrimento no penis q melhorou com remedio pra gonorreia eu sinto coceira e dor e meu anus ta com corrimento grosso meio amarelado eu sou ligada gravides nao e

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procurem um médico, pois vocês dois precisarão fazer um tratamento para evitar que um passe esses possíveis microorganismos ao outro.
      Somente o médico, durante a consulta, poderá avaliar o caso.
      Melhoras!

      Excluir
  40. depois de quanto tempo após a infecção a pessoa sabe que pode ter essa doença? Ela pode matar? E uma pessoa virgem pode pegar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Após o contágio, os sintomas aparecem de 3 a 30 dias, aproximadamente. Lembrando que pode não haver sintomas, mesmo na presença do microorganismo.
      A princípio a doença "não mata", mas é importante dizer que ela parece ser um fator de risco para alguns tipos de Câncer, que poderiam levar à morte. Quando tratada, a tricomoníase é geralmente eliminada com facilidade.
      Quase todos os casos da doença tiveram contágio por via sexual, mas não é impossível haver transmissão por roupas íntimas ou até mesmo sentando em locais contaminados (muito raro), por exemplo. Estas seria as formas de transmissão em pessoas virgens.

      Excluir
  41. Ola, no meu caso sai um liquido nao amarelado mas sim branco, e com mal cheiro, sempre lavo, mas passa minutos e o liquido sai, pouco, mais sai. Isso aconteceu depois que tive uma relaçao, pensei ate que era alguma alergia mas estou enganado, pq isso ja esta ja faz 3 semanas, minha companheira fala que se cuida e vai sempre ao medico, mas eu to achando que eu peguei isso dela sera que é essa doença? =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Não é possível dizer se o seu problema é este, mas é uma possibilidade sim. Somente o médico coletando sua história e examinando-o poderá chegar ao provável diagnóstico e lhe prescrever um tratamento. Procure auxílio médico o quanto antes.
      Melhoras.

      Excluir
  42. Olá, venho tendo dores no pézinho da barriga, são como cólicas fraquinhas, um desconforto. Veio a menstruação normal esse mês, dai dei inicio ao antic. Yummi, parei de usar em maio, e voltei agora em dezembro, mas já parei tb, pois estava me fazendo mal. E logo em seguida da menstruação, veio um corrimento rosado sem odor algum. Comecei a usar a pomada tinidadol+ nitrato de micozanol, mas parece que piorou. Tenho microcistos.. o que pode ser? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Recomendo que marque uma consulta com um ginecologista o quanto antes, pois somente com sua história em mãos, fazendo exame físico e um ou outro exame laboratorial é que será possível fazer seu diagnóstico. Há inúmeras possibilidades para corrimento, desde gravidez, problemas imunológicos, causado por microorganismos ou até mesmo ser fisiológico (normal). Não se automedique. Além de "camuflar" possíveis problemas, poderá ter complicações. Melhoras.

      Excluir
  43. oie estou com corrimento amarelado e com mal cheiro , fui ao ginecologista e ele me passou o remedio secnidazol , tomei junto com meu namorado , porem depois de 6 meses o corrimento voltou , tomei o remedio novamente por minha conta e o corrimento melhorou por mais uns 3 meses e voltou novamente com menas intensidade mais ainda encomoda , posso tomar o medicamento novamente ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A automedicação nunca é indicada. Se você está tomando e o problema está voltando em pouco tempo, deve procurar um médico para descobrir o motivo. Pode ser que o medicamento não seja eficaz, pode haver alguma condição que esteja facilitando o aparecimento desse transtorno. Enfim, somente o ginecologista poderá ajudá-la a se livrar disso, ok? Melhoras.

      Excluir
  44. Ola dr,ja tem quase um mes que estou com corrimento. No inicio,cocava muito e tinha a vor amarelo esverdeada junto com uma pasta,parecendo leite qualhado. Ai eu mestruei e os sintomas sairam. Agora voltaram,no inicio era eaverdeado de novo,agora ta amarelado e esbranquicado,nao tem cheiro nenhum. Eu sou virgem,mas eu e meu namorado estavamos tentando, a ultima vez ardeu muito. E no outro dia ele disse que o penis dele estava cocando. Mas depois passou. Eu nao posso ir a um medico agora,nem um posto,estou viajando. Mas estou preocupada. Qurria saber sua opiniao,eatou srm saber o que pensar,acho que é candidiase mas o liquido é amarelado, e naoq é nada exagerado. Me de sua opiniao por favoor, o que é mais provavel?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma possibilidade é de que haja uma infecção bacteriana, associada com colonização por fungos. Nada impede que esses dois problemas estejam ocorrendo ao mesmo tempo. Mas isso só é possível dizer a partir da história clínica e dos exames realizados. Não tem outro jeito, terá que procurar um médico. Não se automedique, pois se fizer algo errado, além de não resolver o problema, pode agravá-lo, além de ser perigoso à sua saúde. Evite contato sexual enquanto não realizar o tratamento. Melhoras.

      Excluir
  45. Obrigada dr, vou procurar um medico sim. Eu posso dispensar a hipotese de tricomoniase entao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como há vários comentários anônimos, não consigo saber qual é o seu caso. Se puder dizer quais dos comentários acima é o seu...

      Excluir
    2. O meu caso é o do comentario de 08/01/2013 as 14:26.

      Excluir
    3. Agoa localizei. Rsrs. Pois bem. Somente o médico poderá descartar essa possibilidade (em medicina nem sempre as coisas são certinhas e como esperamos), mas, a princípio, seu relato não tem características de tricomoníase.

      Excluir
    4. Muito obrigado dr, Deus te abencoe.

      Excluir
  46. Bom dia!!
    A cerca de 3 meses me relacionei cm uma pessoa e a uma semana atras tive noticias q o mesmo se encontra cm Gonorreia. Como me relacionei somente cm ele e logo acabei a relaçao quando soube que ele é um prostituto, se envolve com tudo qunato é mulher. A minha duvida é o seguinte: Ele pode ter adquirido essa doença a 3 meses atras e somente agora se manifestou, ou ele adquiriu ela agora?? Pois eu nao sinto nada e nao há nada de anormal em mim, pois sou uma mulher q me cuido muito mas vacilei ao confiar nele e transei sem camisinha. Posso eu estar infectada cm a doença?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Marisa, é complicado responder sem conhecer o caso, mas o período de incubação da gonorreia não costuma ser superior a 15 dias, ou seja, esse é o prazo máximo (salvo exceções) que uma pessoa leva, após "contaminada" para manifestar os sintomas. Portanto é provável que ele tenha se contaminado no máximo duas semanas antes de surgirem os sintomas da gonorreia. Agora o fato dele estar com gonorreia agora não lhe diz quando iniciou. Como você descobriu esse "histórico" do rapaz, aconselho a procurar um ginecologista, relatar o ocorrido e realizar alguns exames laboratoriais. É melhor se prevenir! E mais: camisinha sempre! E sem essa de "vacilar", ok? São nesses vacilos que a maioria das pessoas se metem em "encrencas" e depois é tarde para se arrepender. Juízo hein! Abraço.

      Excluir
  47. Olá conheci a sua página agora e já me encantei com a quantidade imensa de informações proveitosas! Sou casada à sete anos e nos 2 primeiros anos usei anticoncepcional (claro q no início do nosso relacionamento usamos camisinha e anticoncepcional), passados esses dois anos optamos por aposentar o anticoncepcional e aderirmos a camisinha, minha saúde melhorou completamente! Eu tinha seguidamente candidíase, infecções urinárias dores de cabeça e indisposições agora só curtimos nosso amor sem dores, constrangimentos ou dúvidas, com preservativo tudo melhorou!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Obrigado pelo depoimento. Métodos anticoncepcionais hormonais são assim mesmo. Algumas pessoas tem uma melhora desses sintomas quando passam a usá-los. Outras, como é o seu caso, se sentem mal. Essa diversidade mostra a importância de olharmos para cada pessoa em sua individualidade. Em medicina não há regras. Tudo é relativo. É a beleza da diversidade da vida. Abraços

      Excluir
  48. Olá, doutor. Há mais ou menos 2 meses atrás, apareceu um eritema na minha vulva, mas sem sintomas algum. Fui primeiro para a minha dermatologista, que não soube identificar a lesão (mas ela disse que a pele estava muito inflamada e com sinais de atrofia) aí me passou clob x (e por via das dúvidas um fluconazol e um óvulo de isoconazol). Quando fui para o ginecologista na semana seguinte eu estava sangrando (acredito que por causa do óvulo de isoconazol) e estava com absorvente interno, então ele não pôde me examinar. Só olhou a região da vulva e disse para eu continuar usando o clob x mais alguns dias. Logo depois, o eritema se espalhou para a região púbica e virilhas. Fui a outro dermato e ele achou que era um eritrasma e passou altargo pomada. Resultado: a virilha e região púbica melhorou, mas a região dos grandes lábios ainda está levemente vermelha e ainda sinto queimação nesse região (mais na mucosa vaginal mesmo). Vou novamente à gineco na próxima semana, mas estou ansiosa. Meu final de ano foi horrível, mal podia vestir uma roupa. O que poderia ser, doutor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. É impossível eu dizer o que você tem. Felizmente você é uma pessoa preocupada com sua saúde e procurou ajuda médica adequada. Aguarde a posição do seu ginecologista para ter uma ideia melhor. Se ele notar que o problema "não é ginecológico", o dermatologista prosseguirá com seu tratamento. A melhora que teve com o ALTARGO realmente sugere uma infecção bacteriana no local. O não desaparecimento total das lesões pode ser por uso inadequado do medicamento (não necessariamente por falha sua, mas pode ser que o medicamento não chegou de forma satisfatória onde deveria chegar), pela presença de outros microorganismos ou por haver outro tipo de lesão (de causa não bacteriana). Enfim, somente o médico, conhecendo o seu caso poderá responder melhor. Quando ao anticoncepcional, converse com o ginecologista sobre isso. É importante que tenha uma conduta adequada para "controlar" a SOP.
      Melhoras

      Excluir
    2. Obrigada pela resposta e atenção.

      Excluir
  49. Sim, doutor... esqueci de dizer que tomei selene durante 8 anos pois tenho SOP. Parei em junho e minha menstruação está totalmente irregular. Minha última menstruação foi em outrubro.

    ResponderExcluir
  50. Boa noite! Estou encucada! Semana retrasada tive um surto de candidíase por conta de um talco usado na minha depilação a cera... que caiu nas proximidades da vulva. Fiz o tratamento de sete dias com a medicação e com o uso da pomada que fora passado por meu médico. Até então tudo certo. Ao terminar o tratamento, esperei cerca de cinco dias para voltar a minha vida sexual com meu namorado. Quando mantive a relação, senti minha vagina mto sensível e a vulva então, super dolorida com os atritos na hora do sexo. Ao terminar a relação eu estava toda dolorida e machucada, minha vulva parecia ressecada. Não acho que isso seja normal, mas gostaria de saber: o que aconteceu, já que terminei o tratamento e não sentia nenhum desconforto para voltar a manter relação? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Primeiramente devo alertá-la para os devidos cuidados na depilação. Certifique-se que os devidos cuidados sejam tomados pela depiladora (como a não reutilização da cera ou de outros materiais). Além disso, a proteção da mucosa vaginal deve ser bem feita. Os produtos depilatórios não devem entrar em contato com essa mucosa, com o clitóris ou com os pequenos lábios, pois causarão lesões. Essas lesões não são a causa da candidíase, mas oferecerão um ambiente propício para o fungo que já está ali se desenvolver. Com o tratamento, deveria ter desaparecido o seu problema. Recomendo que procure um ginecologista para avaliar essas lesões e descobrir qual o problema. Assim poderá prescrever um tratamento eficaz. Melhoras

      Excluir
  51. olá doutor, tenho 15 anos e tenho cistos no ovário, tomo o remédio cerazette, estou com uma pequena bolinha por dentro da pele perto da região onde saí o xixi, a bolinha coça um pouco também, e estou com uma coceira insuportável, meu namorado fez sexo oral em mim, tenho corrimento de vez em quando e a coceira para de vez em nunca e quando volta, volta pior que antes. o que eu tenho? me ajudeeeeeee!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Não tem como saber o que você tem. Procure um ginecologista, que irá analisar essa lesão. Se for uma área de "pelos", há possibilidade de ser uma foliculite, porém não me parece o seu caso. Sem contar que você relata corrimentos e coceira insuportável. Portanto, não há outra forma eficaz e segura de resolver o seu caso a não ser procurando ajuda de um especialista. Marque uma consulta com seu ginecologista o quanto antes, ok?
      Melhoras.

      Excluir
  52. Olá Dr.!Toda vez que tenho febre interna,aparece uma espinha na regiao genital,na parte externa,ela não dói !Procurei algumas fotos de herpes e nao se parece com nenhuma,nas fotos normalmente sai uma monte,e em mim é apenas uma,e não é como uma bolha,ela parece uma espinha inflamada e depois de 1 ou 2 semanas ela some e minha pele fica sem nenhuma marca!!Faço exames de rotinas e neles não aparecem nada,gostaria de saber se nestes exames saem tudo ou se existe um expecifico para DST!!!O Sr. acha que isto pode ser apenas reação da febre interna?ou somente uma espinha?Também faço doação de sangue,e ele sempre pode ser aproveitado,tem chance de eu ter algo que nao saia em exame de sangue? estou preocupada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Primeiramente devo esclarecer que não existe febre interna. Se a temperatura do corpo está elevada, há febre; Se não está, não há febre. Não existe aumento de temperatura apenas internamente sem que seja percebido na pele, ok?
      O que você tem a fazer e se consultar com um ginecologista, que além de colher a sua história, irá examiná-la e provavelmente pedirá alguns exames laboratoriais. Não sei o quais seriam os "exames de rotina" que você citou, portanto não posso afirmar nada. Mas é preciso avaliar se essas lesões tem a ver com uma doença existente ou se são apenas reações de pele a um estímulo interno ou externo, sem ligação com DST. As principais doenças que podem ser transmitidas pelo sangue (portanto estão incluídas as DSTs) são testadas na doação. Se você doa frequentemente e nunca teve nenhuma restrição é um bom sinal. Porém, não deixe de procurar um especialista para avaliar a causa disto, tá bom?

      Excluir
  53. Dr. os exames de rotina são uns que minha ginecologista pede us pelvico,e transvaginal,,orgaos e estruturas superficiais mamas,e outros de colesterol,glicose,trigliceres....Mas o sr. me deixou mais aliviada qto a doação de sangue,e nao sabia sobre isto da febre interna,quando eu sentia mal estar e meu corpo queimando por dentro e por fora,achava que poderia ser uma febre interna...muito bom saber disto!!!rsss Vou procura-la e tomar coragem de perguntar isto..Muito obrigada e bom final de semana!(Mah da pergunta do dia 24/01)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo. Esses exames são para avaliar diferentes estruturas do aparelho reprodutor e não para detectar DSTs. Mas consulte regularmente sua ginecologista e ela avaliará a necessidade ou não de pedir agum outro exame. Relate sempre a ela essas pequenas intercorrências e ela terá sempre uma conduta apropriada. Que bom que a informação lhe foi útil. Esse é o objetivo mesmo. Muito obrigado e ótimo final de semana pra você também. Ah, não custa dizer: Juízo hein! Rsrs
      Abraço

      Excluir
  54. olá sou mulher e estou com essa doença , e só tive relações sexuais com uma mulher. Queria saber se,tomando os medicamentos (metronidazol 250g), qual e o tempo máximo que essa doença pode desaparecer do meu organismo ?
    e normal ficar mais de 1 mês 2 meses ou 3 meses ?
    ou ela e combatida assim que terminar de tomar os medicamentos certos com o tempo certo ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá para afirmarmos um tempo exato, mas após o início do tratamento, em poucos dias o problema é resolvido. Se já passou mais de 1 mês e continua o problema, deve retornar ao médico para reavaliar o caso. Deve-se analisar se o diagnóstico foi correto ou se o esquema terapêutico foi acertado.
      Melhoras

      Excluir
  55. Olá. sou mulher e tenho relação com mulher. estou com essa doença , gostaria de saber se tomando os medicamentos certos em ate quantos dias essa doença pode desaparecer do meu organismo ?.
    estou tomando o (metronidazol 250g ) e usando a pomada (cetoconazol).
    Estou fazendo também o banho de acento , ele e eficaz pra ajudar a combater essa bactéria ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. A tricomoníase é causada por um protozoário (e não, bactéria). Se o tratamento for eficaz, em poucos dias desaparece. Normalmente só o metronidazol "dá conta" do problema. Banho de acento não tem uma indicação genérica para isso, exceto se sua ginecologista, por algum motivo, lhe prescreveu.
      Melhoras

      Excluir
    2. Obrigado ,
      já estou ótima! o remédio esta sendo super eficaz.
      com 3 dias posso dizer que sarei , é mais uma pergunta :
      Posso terminar de tomar ele ate completar 1 semana ? ou ja posso parar depois te ter visto resultado ?

      Excluir
    3. Que bom que está melhor. O medicamento que está tomando tem indicação de uma semana, independentemente de melhora antecipada. Esse é o padrão, a menos que seu médico tenha lhe prescrito de outra forma.

      Excluir
  56. olah estou com um sangramento durante a relação sexual,corrimento leitoso e com pedacinhos brancos eh normal isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aparentemente não. Provavelmente está com alguma infecção ou colonização por microorganismos. Precisará marcar uma consulta com um ginecologista para que lhe seja indicado um tratamento.
      Melhoras.

      Excluir
  57. Sempre após a relação eu vou tocar na glande eu nao consigo, da uma dor e arde muito e incomoda bastante.(sempre com o mesmo parceiro sou casado á +- 30 anos)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Após a relação sexual é normal ficar mais "sensível" a glande, porém não a ponto de doer ao tocar. Procure ajuda médica para avaliar o problema.
      Melhoras

      Excluir
  58. olá tenho 23 anos sou casada ha 6 anos estou com um corrimento parece até queijo coalho e as veses coça to apavorada oq será.aguardo a resposta desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é bem característico de proliferação fúngica. Procure um ginecologista e ele lhe ajudará. Fique tranquila, pois boa parte das mulheres tem isso em algum momento da vida. Melhoras.

      Excluir
  59. boa tarde, a 2 meses fiz uma cauterização no colo do útero, o tratamento com pomadas e a abstinência sexual foram seguidos conforme prescrição da minha G.O, porem esta semana apos relação sexual comecei a perceber que começou a sair um corrimento escuro parecendo sangue, a principio achei que ficaria menstruada porem isso só ira acontecer daqui uns 8 dias ainda? O que pode está acontecendo pode me ajudar já que não estou conseguindo um retorno com minha G.O.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há outra forma de resolver sem ser com sua ginecologiata. Mantenha a calma. Pode ser reflexo desse procedimento que realizou. Tem que avaliar, mas o sangue escuro pode ser, por exemplo, desprendimento de sangue coagulado e semidissolvido na secreção. Não há motivos para pânico, mas tente conseguir o retorno o mais rápido possível para que seja consultada e termine esse incômodo.
      Melhoras

      Excluir
  60. Boa noite Dr Wésley...Parabens pelo seu trabalho, sinceramente pela sua paciência de ler as nossas duvidas, pacientes que vivemos em um mundo de risco...Gostaria de tirar uma dúvida, o meu semen quando ejacula, sai de forma mais pastosa, branco, mais parecendo uma pasta, foi de uns tempos para "ká" que notei isso, parecendo que esta sem agua, desnutrição, o que poderia ser isso? é normal? uma fase? eu achava que era porque comecei a fazer academia, então como os exercicios eles exigem muito do corpo poderia ser desnutrição so que ja faz 7 dias que não vou a academia e mesmo assim, ajaculo dessa forma. Poderia me da uma ajuda Dr.?
    Obrigado
    aguardo sua resposta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Embora seja um pouco discutível, a alimentação não parece ter muito efeito sobre as características do sêmen, porém, em caso de desidratação, o organismo tenta economizar água e a eliminação de esperma mais espesso pode ocorrer. portanto, beba água!
      Porém, talvez não seja o seu caso. É normal que em algumas épocas o sêmen adquira uma consistência mais pastosa, mas se isso for contínuo ou se após alguns minutos da ejaculação o esperma não ficar líquido, pode ser um sinal de anormalidade. A frequência de ejaculação também interfere na densidade dele (quanto mais frequente, mais líquido tende a ser). O esperma é composto de espermatozoides e de secreções de diversas glândulas, portanto, uma produção aumentada de espermatozoides, de proteínas ou até a falta de algumas enzimas podem provocar isso que relatou. Aguarde um tempo e acompanhe. Caso ainda pareça anormal, procure um médico.

      Excluir
    2. Obrigado Dr. pela resposta, vou esperar um tempo e observar isso...muito obrigado

      Excluir
  61. Bom dia Doutor, tenho uma dúvida e gostaria de tira-la com você, tenho 18 anos e tive a minha primeira relação semana passada, como não conheço e ainda sou inexperiente, conheci minha namorada e demoramos para ter a nossa relação, so que ela ja tem essa experiencia e eu fiquei com vergonha de perguntar, a questão é a seguinte, é normal a vagina da mulher ter um "odor" estranho? tipo suvaco humano?, parece estranho, mas éuma dúvida chata, mas que encomoda, ainda mais a mim que sou meio paranoico. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, a genitália tem um cheiro característico, mas desde que esteja sem nenhuma infecção ou proliferação anormal de microorganismos e com uma higiene adequada, não é um odor ou mau cheiro. Pode ser que o odor que relatou seja devido ao excesso de suor, em dias quentes e com roupas não arejadas (sintéticas). Sendo assim, o uso de roupas mais leves (até mesmo o não uso de roupas íntimas em alguns momentos do dia) e a aumento do número de banhos ou lavagens íntimas resolvem o problema. O uso de sabonetes íntimos também podem ajudar. Caso persista, o ideal é que o ginecologista seja consultado.
      Procure manter relações não muito tempo após o banho e caso o odor persista, pode ser um sinal de microorganismos.
      Ah, use sempre camisinha!

      Excluir
  62. oi doutor estou gravida de 35 semanas e tenho um corrimento amarelo tipo catarro e mal cheiro meu marido disse q ja tinha esse mal cheiro antes de ficar gravida fiz todos os exames pre natal e deu negativo hpv sifilis hiv etc..estou usando metronidazol gel por 10 dias nao sinto mais o mal cheiro so o corrimento q deicham minhas calcinhas amareladas sera q vou me curar um dia estou ate pensando em me separar dele pq ele me falou deuma forma tao grosseira desde q engravidei nao tivemos mais nada quero so me curar e seguir em frente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Siga cuidadosamente a prescrição médica, pois na gestação o uso de medicamentos deve ser rigorosamente controlado. A gestação provoca uma série de alterações no organismo e compromete o sistema imunológico. Fique tranquila e trate-se. Após o nascimento do bebê mais alterações ocorrem e sua imunidade melhora. Tudo vai dar certo e você ficará bem. Quanto ao seu marido, tenha paciência. A gestação é um período complicado para os pais e as circunstâncias do dia do ocorrido devem ser consideradas. Concentre-se em seu filho no momento e na sua saúde. Os atritos acontecem em todas as famílias e depois vocês conversam e se acertam. Em algumas infecções é normal o mau cheiro associado ao corrimento e não se culpe por isso. Toda mulher em algum momento da vida enfrenta essa situação. Problemas de saúde afetam a todos e não é esse probleminha que fará vocês deixarem de se amar. Na gestação poucos medicamento são permitidos e daqui um tempinho você ficará boa e tudo voltará ao normal, como antes. Melhoras e sucesso.

      Excluir
  63. Tenho 18 anos.. comecei com um escorrimento aparentemente normal... e depois um mau cheiro insuportável.. passei pelo médico fiz todos exames.. depois levei o resultado.. e ele me passou um tubo de "METRONIDAZOL" EM 3 CARTELA DE METRONIDAZOL pra tomar em 12/12 hs.
    Usei o tubo toda.. tomeis todos remédios adequadamente..

    depois tive relação com camisinha.. e na camisinha saiu bastante liquido branco é a pomada saindo? vai ficar saindo até quanto tempo?.. não senti dor.. não teve mas mal cheiro.. só que depois minha vagina ficou inchada.. (não muito).. quando fui tomar banho eu fiz toque em mim pra vê si saia alguma coisa.. e saiu vários pedacinhos branco sem cheiro no meu dedo.. parecendo que a pomada que eu usei estava saindo.. depois peguei o espelho eu fui da uma olhada.. e minha vagina esta realmente com vários desses.. é normal? isso pode estar acontecendo por que eu fiz uso do tubo total na minha vagina.. e agora esta si desfazendo e saindo?
    # Espero Ansiosamente respostas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Se você aplicou corretamente, não é para dicar saindo "pomada", muito tempo. Ela é absorvida e eliminada em pouco tempo. Aguarde mais alguns dias. Se isso persistir, retorne ao médico, pois pode ser um sinal de colonização por um tipo de fungo, que caracteriza-se por esse "inchaço" e esses "pedacinhos" brancos, tipo "nata de leite". Se houver coceira, é mais um indício. Portanto, fique atenta e retorne ao médico se não desaparecer isso. E continue usando preservativos! Melhoras.

      Excluir
  64. Marquei retorno no médico pra segunda agora.. o que é colonização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom. Colonização é o fato de existirem uma série de organismos no aparelho genital. Há inúmeras bactérias lá, por exemplo, que são normais. Não só podem, como precisam existir, pois fazem parte da proteção da vagina. Porém, outras bactérias e fungos, quando aparecem ou quando aumentam exageradamente seu número, podem causar doenças, provocando, geralmente uma infecção. Quando um microorganismo lesa a pele e provoca uma invasão no local, chama-se "infecção". Se ele fica só na superfície, sem invadir, chama-se "colonização". De forma simplificada é isso. Abraço

      Excluir
    2. no caso si ele esta saindo de dentro pra fora.. é infecção? hoje saiu em grande quantidade.. fico no fundo do vaso sanitário.. só que eu não sinto dor nenhuma.. e outra essa massa não tem cheiro nenhum..
      Só que esses dias eu senti um pouco de coceira.. si isto vc uma doença teria saído nos exames que fiz?
      * Bacterioscópico- Secreção Vaginal.
      * Cultura- Secreção Vaginal.
      * Antibiograma
      * Urina Tipo I- Jato Médio.

      Ai saiu o resultado e o médico só me passou.. os medicamentos que eu citei.. na primeira conversa.
      Segunda agora eu vou levar o resultado desses exames pro outro médico..

      Então oq vc axa?

      Excluir
    3. Desculpe a demora na resposta. Não necessariamente é infecção. Se no dia do exame já estivesse com o problema, provavelmente daria sim alguma alteração em alguns deles. Porém, nenhum exame laboratorial é 100%. Como a secreção que relatou parece ser bem característica, relate ao médico e ele saberá qual a melhor conduta. Fique tranquila, pois o relato que fez parece ser algo comum a muitas mulheres, cuja resolução do problema é simples. Melhoras.

      Excluir
  65. Boa Noite!

    Todo mês tenho sintomas de candidiase, porém esse mês foi pior, fiquei com uma ardência muito forte,coceira, e escorrimento bem amarelo com mau cheiro, lí a matéria acima e identificou-se com os sintomas que tenho sentido, ja tomei diversas vezes antibiotico, mas todo mes se repete, estou com a tireóde bem desregulada inclusive em tratamento, isso interefre na minha imunidade? passei a tomar anticocepcional tbm recentemente, pode ser a causa? por gentileza poderia me esclarecer essas duvidas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas características que relatou não são muito típicas de candidíse, cujo tratamento se faz com antifúngicos (não com antibióticos) adequados, sendo que alguns tem interação com pílulas anticoncepcionais. Portanto, deve procurar um ginecologista para que faça o diagnóstico e lhe prescreva um tratamento seguro e eficaz. Como tanto o anticoncepcional quanto a tireóide interferem diretamente no nível de alguns hormônios, o metabolismo pode sim se alterar, interferindo em alguns casos na imunidade e podendo ou não estar relacionado ao problema. Como tem sempre esses sintomas, precisa fazer um acompanhamento médico, a fim de pesquisar possíveis outros problemas de saúde. Melhoras!

      Excluir
  66. OLÁ WESLEY ADOREI O BLOG,TENHO CORRIMENTO A MUITO TEMPO O GINECOLOGISTA PASSA REMÉDIO MELHORA MAIS LOGO VOLTA,FIZ PAPA NICOLAU E DEU QUE TENHO TRICOMONIASE A MÉDICA ME PASSOU METRONIDAZOL POMADA E VIA ORAL PRÁ MIM E PARA O MEU MARIDO NÃO RESOLVEU NADA VOLTEI A MÉDICA E ELA ME PASSOU SECNIDAZOL 1000MG DE 12 EM 12 HORAS E AINDA ASSIM ESTOU COM CORRIMENTO BEM AMARELO AS VEZES FICA ATÉ MEIO AMARRONZADO E CHEIRO HORRIVÉL DA ULTIMA VEZ ELA NÃO DEU REMÉDIO PARA O MEU MARIDO ESTOU FICANDO PREOCUPADA E COM MUITO MEDO.PORQUE JÁ TOMEI REMÉDIO POR DUAS VEZES E ESSE CORRIMENTO NÃO PASSA?JÁ FUI AO POSTO DE SAÚDE PARA MARCAR O RETORNO MAS NÃO ESTÁ MARCANDO SÓ VAI COMEÇAR A MARCAR NO MÊS QUE VEM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nany. Infelizmente não tenho como lhe ajudar, além de lhe dizer para retornar ao médico. Sei que é incômodo isso, mas terá que aguardar o retorno para que o ginecologista faça uma reavaliação. Se fez dois tratamentos diferentes (e se foram feitos corretamente, na dose que deve ser administrada) e nenhum surtiu efeito, há uma boa chance de o problema ser outro diferente da tricomoníase. Não é impossível ter uma "dupla-infecção/colonização", ou seja, você pode ter tido tricomoníase associada a uma infecção bacteriana, por exemplo. Assim, os medicamentos podem ter eliminado o microorganismo causador da tricomoníase, mas as bactérias continuaram, causando os sintomas. Não estou dizendo que é isso, mas é uma das possibilidades. Talvez o médico lhe peça um novo exame para fazer um diagnóstico preciso e indicar um tratamento eficiente. Enquanto isso, faça uma boa higiene local, com sabonete neutro (íntimo) e relações sexuais protegidas (preservativo). Melhoras.

      Excluir
  67. Olá Wesley,

    Preciso de uma ajuda.

    Parei de tormar meu anticoncepcional tem um mês. Cinco dias antes da minha menstruação vir, mantive relações com meu noivo sem camisinha. No dia que mantivemos relação eu estava muito lubrificada, além da medida e não sei se cheguei a ter saído do período fértil, pois como iria ser o 1º ciclo sem antoconcepcional, não sei dizer se iria desregular ou não minha menstruação. O fato é que para fugir de uma gravidez, tomei a pílula única do dia seguinte, mas por eu ter a mesma há mto tempo dentro da bolsa, tipo 7 meses, repeti a dose no dia seguinte, mesmo c uma quantidade de hormônios elevado, cheguei a falar c o famacêutico sobre isso. Resultado, minha menstruação não desceu no dia previsto e vai p o 4º dia de atraso, não tenho nem sintomas de mesntruação. Qual a probabilidade de eu estar grávida e quanto tempo demora em média para descer a menstruação depois que se toma essa pílula?

    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. A pílula do dia seguinte tem uma dose altíssima de hormônios, sendo assim, é bem provável que ela desregule mesmo o seu ciclo. É impossível lhe falar quando normalizará, pois cada um reage de uma forma. Você já ficaria sem parâmetro por ser o primeiro mês sem as pílulas e agora ainda mais por ter tomado esta. Portanto, só resta esperar a estabilização dos ciclos a partir de agora. Quanto ao risco de gravidez, pelo que relatou é baixo e será tanto menor quanto mais cedo tenha tomado a "pílula do dia seguinte" (sendo baixíssimo se tiver tomado como indicado na bula). Se tiver preocupada com a possibilidade de gravidez, considere a possibilidade de fazer um teste (pode ser desses de farmácia mesmo, de preferência esperando mais uns 3 ou 4 dias). Abraço

      Excluir
  68. olá dr, boa tarde!! tenho um parceiro há 6 anos.só q nos vemos mto poucas vezes, tipo de 2 em 2 meses,só tenho relaçao sexul com ele.... e todas as vezes q agente transa me dar uma dor tipo infecçao de urina muito encomoda e um corrimento meio fetido.....sei q fiz errado mais fui na farmaçia e comprei secnidazol e tomamos....mas ja marquei uma consulta com a ginecologista...to mto preocupada pois nao usamos camisinha....o que pode acontecer?? desde já mto grata.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Somente o médico, ouvindo toda sua história clínica, examinando você e, se necessário, solicitando alguns exames complementares é que poderá dar um parecer, pois a queixa é muito vaga e esses sintomas podem ser ocasionados por uma infinidade de causas. Mas fique tranquila e aguarde a consulta. Quanto à automedicaçãojá sabe que não é correto fazer isso. Por exemplo, o secnidazol pode ter efeito (se tomado da forma correta) em ALGUMAS doenças causadas por fungos. Só isso. Mas o leque de possibilidades de causa é amplo e às vezes mascara um problema mais sério, dificultando o diagnóstico.
      Melhoras.

      Excluir
  69. Boa tarde,há um tempo atrás tive uma coceira muito forte na vagina,tinha corrimento com mal cheiro,depois de 2 dias apareceram ulceras pequenas,quando eu ia lavar ardia,ai começaram a aparecer bolinhas vermelhas com pontinhas brancas que coçavam muito.
    Tenho parceiro sexual único desde que perdi a virgindade,nunca tive isso so agora,fiz o uso de creme vaginal,e melhorou.Agora ainda de vez em quando tenho corrimento com mal cheiro.
    Tenho uma ótima higiene,usei também um sabonete intimo ¨lucretin¨,minha mãe falou que podia ser uma alergia,mas fiquei assustada com as ulceras..elas eram vermelhas em volta e brancas ou amarelas por dentro,acho que meu parceiro sexual pode ter tido relações com outra pessoa,fiquei com medo,ja marquei gineco mas vai demorar.ah..tive febre alta também,fiquei com 38.7 de febre logo que apareceram as ulceras.
    Gostaria de saber se isso pode ser uma doença ou e so alergia??
    Obrigada!E parabéns pelo trabalho!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. A probabilidade de ser causada por microorganismos é maior, mas só será possível diagnosticar quando tiver a consulta. Porém não fique preocupada e não se automedique, pois pode prejudicar a identificação do problema pelo médico, além de trazer riscos, ok? Até lá, cuide-se. Camisinha sempre e tente trocar o sabonete por uns dias para ver se há alívio da dor. Melhoras e obrigado pelos elogios.

      Excluir
  70. ola wesley estou precisando da sua ajuda!!
    oi tenho 15anos e ah 23 dias tentei tirar minha virgindade, so que tirei com um rapaz que nao conheço beem so fiquei com ele umas vezes no beijo, sou iludida por ele e ai eu me deu vontade de fazer isso com ele tirar minha virgindade, e nao conseguir ir ate o final pq doia muito entao resolvi parar e dois dias depois estava com corrimento amarelo esverdiado e fui pesquisar na net então deu no resultado qui er tricomoniase,so que naum tive corage di dizer pra minha mae e ai mestruei, minha mestruação costuma vim pouco e dessa vez veio muito ai quando parei di mestruar nao apareceu mas nenhum sintoma mas ai quero saber se ainda tenho tricomoniasee si er isso mesmo. ah tem outra coisa peço toda vez pra ela marca pra mim o clinico geral que ai vou ver se tem como fazer os ezames e me tratar sem que ela persebi so qui isso e um pouco facil pois digo que peguei por algum lugar que sentei invento!! mas so quero saber msm o que tenho de verdade si vc pode me ajudar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Primeiramente, não tenho como dizer o que você tem. Há várias causas de corrimento amarelo-esverdeado, sendo que a tricomoníse é apenas uma possibilidade. Marque um médico mesmo e relate o que ocorreu. Somente em uma consulta é que poderá ser avaliada.
      Agora, o principal: NÃO FAÇA SEXO SEM CAMISINHA! Não importa o quanto você se interesse pelo garoto, mas é para sua segurança. Você pode contrair doenças sérias, sem cura e lamentar o resto da vida. Aí será tarde. Além disso, já pensou o problema que causaria uma gravidez neste momento? Você não está preparada ainda para isso, então evite sofrimento para você, para sua família e para uma possível criança. Cuide-se. Quando for ter uma relação, use camisinha. Em todo posto de saúde distribui. Passa em algum longe da sua casa e pegue. E não faça sexo por fazer. Deixe isso para quando se sentir pronta, quando encontrar alguém especial, senão pode doer mesmo e não será uma experiência agradável. Espero que pense em tudo isso. Juízo nessa cabecinha, viu?

      Excluir
  71. Olá, estou com um corrimento esverdeado e mal cheiroso, qe sai um liquido junto com esse corrimento, estou com muito medo, pois nao sei se peguei do meu namorado e estou muito preocupada! Só naao fui ainda no hospital pelo fato do feriado ir ha uma emergencia nao adiantaria, mas me ajude! Sinto uma coçeira qe nao para, e muita na relaçao!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você terá que procurar um ginecologista para ajudá-la. Enquanto isso, use um sabonete íntimo (que é menos irritante) e se for manter relações sexuais, só com preservativo. Suspenda sexo oral (em você). Melhoras.

      Excluir
  72. Doutor, tenho 19 anos, e um parceiro fixo, que é meu marido e único namorado.
    Tenho muita dificuldade para engravidar, e não sei se isso tem a ver com um corrimento que tenho, ja usei nistatina com fluconazol, recomendado pela minha go...mas não para. ele é branco, não tem cheiro, não coça, mas a minha vagina sempre fica umida, o dia todo, eu poddo ter acabado de tomar banho, apos cerca de uma hora, ja estou com a calcinha umida, e devido a isso no fim do dia, fica um cheiro desagradavel.
    Ja não sei mais o que faço, pois não tenho convenio, e a medica do posto sempre da essa pomada e esse fluconazol.
    Me ajude!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrimento pode ter uma infinidade de causas que deve ser investigada pelo seu médico. Pode sim ter relação com "não gravidez", mas não necessariamente é isso. Você usou medicamentos contra alguns microorganismos, mas pode ser outro microorganismo o causador disso ou até mesmo ter uma causa que nada tem a ver com fungos, protozoários ou bactérias. Tente encontrar um outro ginecologista, talvez em outro posto. Mas independentemente disso, diga sempre os tratamentos que já realizou e que não surtiram efeito. O ideal é que a médica faça uma pesquisa mais aprofundada no seu caso para acabar com esse incômodo. Esse corrimento pode não ser devido a uma infecção, mas ele pode predispor a uma infecção. Logo, deve ser cuidado. Melhoras.

      Excluir
  73. Olá, uma pessoa pode contrair tricomoníase e ficar por anos sem ter sintomas até descobrir?

    ResponderExcluir
  74. Bom dia! Antes de ontem começei a ter todos os sintomas da dengue. Mas, neste mesmo dia de tarde tive um sangramento após fazer xixi, e começei a reparar uma dor na vagina. Quando fui olhar percebi que tinha feridas e tbm do tipo aftas. A cada dia que passa dói mais. Até pra andar é desconfortável. Obs: tive relação com meu noivo um dia antes de aparecer estes sintomas. o que pode ser? Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure um médico, de preferência ginecologista, para examiná-la. Melhoras

      Excluir
  75. Olá Doutor.
    Estou passado pr uma situação muito difícil pois fui diagnosticada com tricomoniase, somente no exame clinico mesmo, e ao perguntar ao ginecologista o que era ele disse: DST. Perdi o chão, pois sou casada há 2 anos e nunca tive outro parceiro que não meu marido. Eu perguntei ao meu medico como seria possível e ele me disse que um de nós dois haviamos adquirido a doença fora do casamento, como eu sei que nunca fiz sexo com outro homem, então foi meu marido. Eu estou pensando em me separar, pois além da traíção, nao perdoaria o risco a que ele possa ter me submetido. Poderia ser Aids! Bom, ele nega veementemente que tenha feito sexo com qualquer pessoa, e inclusive quer ir a um infectologista para ter respostas mais claras e me provar que nao me traiu. Além disso,ele me lembrou de que sempre tive dores durante a relaçao sexual, e que já usei várias pomadas prescritas por ginecologistas em função de uma dor no "pé" da barriga, que melhorava, mas logo retornada. No entanto, nenhum ginecologista antes me disse que eu estava com dst, tao pouco prescreveu medicamento pra ele tbém, então não sei se é possível que eu já tenha essa doneça há mais de 2 anos, ou se ´seja possível provar atraves de algum exame que ele tenha isso também há mais tempo do que estamos casados. Não sei oq ue fazer doutor. Eu não consigo nem olhar pra ele, quero sair de casa, mas também não quer ser injusta, pois amo meu marido e ele nunca me deu motivos para desconfiar dele. Somos um casal grudado, que faz tudo junto. Por favor doutor, me ajude a ter certeza de a quanto tempo tempo esse vírus está cnosco, para assim definir a minha vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amiga. Não sei como foi dito isso a você. Da forma que me relatou me pareceu bem inadequado. A doença é facilmente tratada e não se pode excluir a possibilidade de contágio de uma forma diferente de relações sexuais. Não sei qual a sua relação com seu médico, mas à distância, aconselharia a procurar um outro ginecologista e ir juntamente com seu marido. Antes, converse com o marido e sejam sinceros, completamente abertos. Se a relação de vocês é de confiança e cumplicidade, jamais deve haver nada escondido. Se houve, deve ser esclarecido. Cuidado para não destruir a relação de vocês, sendo que se amam, por uma palavra talvez mal dita ou por um diagnóstico mal esclarecido. Se realmente for tricomoníase (confirmação só com exames laboratoriais), deve fazer o tratamento. O protozoário (não é vírus) pode estar presente na pessoa e nunca causar sintomas ou demorar muito tempo para ter alguma manifestação. Você pode estar com isso há tempo, mas apenas agora teve sintomas. O mesmo vale para ele. Pode ser que seu marido tenha o protozoário há algum tempo e nunca tenha manifestado nada. Toda doença precisa de estímulos internos e externos (neste caso é esse microorganismo) para aparecer, então pode ser que tenha tido sintomas agora por alguma alteração imunológica ou hormonal no seu organismo. Não há como descobrir quando e como adquiriu isso, mas uma coisa é certa: um relacionamento sincero, onde há amor e felicidade, é maior do que qualquer "bichinho" ou que qualquer palavra mal dita por alguém. Converse muito com seu marido e cuidado com o que vão fazer. Não deixem mal entendidos ou outra coisa qualquer atrapalhar a felicidade de vocês. Enfim. Desculpe pelo momento "psicólogo", mas "saúde" vai muito além da ausência de doença. Abraço e desejo que tudo se resolva aí.

      Excluir
    2. Olá Doutor. Muito obrigada por sua atenção e suas palavras. Realmente não tenho nenhum tipo de relação com o médico; meu plano d saúde foi cancelado e eu resolvi ir ao medico, clinico geral, do postinho(SUS) por causa de um verme estranho que expeli pela urina, aproveitei e fui ao ginec. para fazer o preventivo e ele me veio com essa bomba. O exame foi só clinico mesmo, e o preventivo ficara pronto somente em 2 meses ou mais. Nessa consulta ele me receitou o metronidazol de 6 em 6 horas por 7 dias e aquele comprimido azul(não lembro o nome), dose unica com repetição em uma semana; este ultimo meu marido tomou também. Termimei a medicação no domingo último e estranhamente comecei a sentir um cheiro estranho que não percebia antes da medição, assim como um corrimento meio marrom quanse transparente que não tinha antes. A dor no 'pé" da barriga continua, embora menos intensa.Bom, eu contratei novamente o plano de saude e vou ao meu antigo medico na segunda. Pretendo explicar tudo que aconteceu e ver se ainda é possivel saber atraves de algum exame agora, após os medicamentos, se eu realmente tinha tricomoniase ou se poderia ser alguma outra coisa. Será que e possivel? Também tenho vários exames do final do ano passado que esse medico do plano havia me pedido, talvez atraves deles podemos saber se havia alguma indicação da presença desse protozoário já naquela época.Eu já fico bem mais tranquila em saber que é possível sim que já estivessemos com "isto" ha muito tempo. Nós conversamos bastante, mas eu deixei claro que precisava ouvir de um médico que havia alguma possibilidade de eu ter adquirido de outra forma, ou de já ter isso ha mais tempo, ate isso aconteer não conseguiria manter a relação como antes. Agora sabendo que a certeza mesmo do diagnóstico ésó com exame laboratorial, fico ainda mais confusa e com medo de ter sido injusta com ele. Vamos ver o que acontece na cansulta de segunda... Quando eu escrevi para você, estava totalmente sem chão, magoada, triste, enfim.. Agora já estou bem mais calma e agredeço muito a atenção que dispensou comigo. Você não pode imaginar a diferença que suas palavras fizeram...Desejo que o universo conspire para sua felicidade todos os dias. Abraços, Valéria.

      Excluir
    3. Muito obrigado, Valéria. Fico muito feliz com suas palavras. Aguarde pacientemente até segunda e tire todas as suas dúvidas com o médico. Acho improvável que tenha certeza do que tinha antes, no máximo deve conseguir uma probabilidade razoável de ter tido ou não tricomoníase. Devido aos sintomas pós-tratamento, se é que tinha tricomoníase, outro tipo de infecção deveria (e deve) estar presente. Seu médico com certeza lhe atenderá adequadamente, fazendo os exames necessários e propondo um tratamento mais eficaz. Boa sorte e melhoras. Abraço

      Excluir
  76. Wésley,

    Estou muito aflita, e na verdade, não sei como reagir diante dessa situação,mas vamos ao que interessa: mantive relações com meu noivo no sábado dia 20/04 e fizemos sem camisinha. Meu último ciclo teve início no dia 07/04. Tomo anticoncepcional direitinho e em dia, sem me descuidar com ele. Porém, por um tratamento dentário, a dentista me repassou um antibiótico, cujo nome é Azitromicina di-hidratada. Li e reli a bula dos dois remédios. No Elani Ciclo, anticoncepcional que uso, não fala a respeito dele cortar o efeito do contraceptivo. Não satisfeita, busquei na internet alguns sites que me falaram da possibilidade de cortar/inibir sim o efeito. Resultado: preocupada com a situação, parei de tomar no outro dia (21/04) o contraceptivo, e tudo me indica que estou em período fértil. Qual a possibilidade ou a probabilidade de eu engravidar, tendo parado o remédio e sabendo que a vida útil dos sptzs dentro de mim são superiores a 24hs? Estou aflita, triste não, pois se eu vier a estar, essa possível vida, será bem vinda. hehehehe....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não posso falar em probabilidade, pois seria um mero "chute". Mesmo que alguns medicamentos reduzam o efeito do contraceptivo, não precisa parar com ele (a menos que seja por recomendação médica). Mesmo quem não usa nenhum método contraceptivo, tem uma probabilidade muito pequena de engravidar. Embora tenha parado no outro dia a pílula, os níveis de medicamento vão caindo gradativamente. Sendo assim, diria que há chance considerável, mas pequena. Abraço

      Excluir
  77. Parabéns! Esse site esclareceu bastantes coisas, mas eu ainda tenho uma dúvida, essa (DST) da qual o texto fala a tricomoníase pode ser eliminada naturalmente pelo organismo ou somente através de tratamentos? E ela pode levar a aides?

    Uma vez eu acordei com essa substancia pastosa, mas já faz tempo e nunca mais aconteceu, será que eu devo procurar um médico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - A tricomoníase pode sim ser eliminada espontaneamente, sem tratamento, apenas por ação do sistema imunológico, mas esse não é o padrão. Uma vez com a doença, é mais provável que o corpo não a elimine e precise de um tratamento.
      - Tricomoníase não leva a AIDS, mas em geral esse tipo de doença pode provocar microlesões na mucosa vaginal, o que aumenta o risco de uma infecção por outros microorganismos, seja HIV, HPV ou outro qualquer.
      - Nem toda secreção vaginal é anormal ou infecciosa. Todas as mulheres devem consultar um ginecologista periodicamente (1x ano). Se foi só um episódio, não há motivos para urgência, mas marque uma consulta de rotina para a prevenção de vários problemas.

      Excluir
  78. Ola Dr. Parabéns pelo blog.
    Estava verificando e eu acho esse artigo tem a ver com o que aconteceu comigo. Foram apenas duas vezes, mas aconteceram recentemente. Apos uma relaçao com meu namorado, saiu muito liquido de mim com uma cor amarelada, tipo uma pasta ate com alguns pedacinho sabe. Ficou tudo grudado nele, muito constrangedor...e apos isso, continua saindo isso, mas em menos quantidade. A vagina ficou vermelha, com muita ardencia, ocorrem ate tipo uns cortezinhos. Ja fui ao medico duas vezes e em medicos diferentes...ele me falaram que estou bem, com corrimento normal. Mas e esses casos de sair esse corrimento pastoso, nao pode ser normal? Estou muito preocupada, por favor me de uma luz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Pelo que relatou não parece ser uma secreção normal. O ideal é que seu médico faça alguns exames laboratoriais e prescreva um tratamento para eliminar os prováveis microorganismos. Você relata uma inflamação genital que deve ser eliminada. Não precisa ficar preocupada, mas procure um médico que investigue o problema. Melhoras!

      Excluir
  79. Ola Dr. Obrigada de coração pela sua atenção.
    Mas ai é que está o problema, os dois ginecologistas que trabalham na cidade vizinha eu ja consultei. Na minha cidade nem tem...e ambos me disseram que está tudo bem. Talvez seja porque acontece isso e em alguns dias tudo volta ao normal ai quando chego para consultar eles nao verificam nada. Mas eu acho que é estrannho ao ter alguma relaçao ficar com inflamação e as vezes até esses cortezinhos que te falei e nessas duas vezes ter essa secreção anormal. Gostaria de saber se o Dr. pode me falar qual tipo de exame eu poderia fazer para descobrir se tenho algum problema realmente, e caso tenha eu posso lhe falar o resultado?

    Muito grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, na impossibiliade de consultar outro médico, sugiro que retorne em um dos dois e diga que é algo que vai e volta, e que, mesmo estando bem no dia da consulta, não fica bem outros dias. Eles devem dar atenção à sua queixa e tomar alguma conduta para ajudá-la. Não posso solicitar ou indicar nenhum exame e tampouco interpretá-los pela internet. Exames laboratoriais são chamados de "exames complementares", justamente pelo fato de só serem úteis quando se conhece a história detalhada do paciente e se faz um exame físico. Caso use algo durante a relação (como lubrificantes, preserativos ou qualquer outra coisa), avalie se pode ser essa a causa. Se é algo que aparece apenas quando tem relação sexual, há boa chance da causa estar associada a algo que ocorre nesses momentos. Se aparece sem relação sexual também, há maior probabilidade de ser uma causa ambiental (calcinha, protetores, sabão) ou por microorganismos.
      Aproveitando que falou em exames, já fez seu preventivo (Papanicolau)? Deve ser feito anualmente. Se não fez, peça ao médico.

      Excluir
  80. Ok Dr. muito obrigada. Sim está em dia o preventivo. Vou seguir suas recomendações.

    ResponderExcluir
  81. Olha ,tudo bem ? deixa eu ti pergunta fui no medico e ele mi receito uns desses remédios...eu perguntei a ele si meu marido tinha q toma ele disse q não mais nos estávamos fazendo sexo sem camisinha acho q ele tem q toma e vc acha também? mi manda uma resposta por favor...obreigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não são em todas as doenças que precisa-se tratar o parceiro também. Pode ter sido o seu caso. Talvez usar camisinha enquanto estiver tratando seja bom, mas cada caso é um caso. Melhoras.

      Excluir
  82. Ola Dr!
    Fui infectada um ano atras, descobri 1 mes depois da infeccao. Tomei o medicamento indicado mas nao acredito q estou curada pois continuo com o corrimento. Repeti o tratamento 3 vezes e ainda continuo c o corrimento de cor amarelada em uma quantidade q me incmoda por me sinto suja otempo todo. E possivel q nao tenha curado a doenca??o que poss fazer p curar definitivamente?

    ResponderExcluir

Os comentários serão lidos e, se aprovados, serão postados.

Não serão aceitos:
- Palavrões, xingamentos ou ofensas a qualquer pessoa, grupo ou entidade.
- Citações de nomes de profissionais da saúde.
- Comentários com único intuito de propaganda.
- Não faço diagnóstico e nem indico tratamento por aqui. Não insista, por favor!
- Não peça interpretação de exames complementares, pois isso só é possível ser realizado pelo médico que acompanhou sua história e exame físico.

Obs: Os comentários dos leitores não necessariamente condizem com a opinião deste blog.